quarta-feira, 3 de março de 2021

ASAS REMOS E PASSOS

 

Na fímbria do mar

flores de sal

agasalham o pão

na tua boca


Neste espaço íngreme

onde te agitas

que bom este cansaço

de asas remos e passos


eufrázio filipe


18 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...


tudo o que se faz por prazer
não cansa

gostei muito!

:)

Rosa dos Ventos disse...

Este cansaço nem sempre é poético!

Abraço

Rogério G.V. Pereira disse...

Há mar e mar
Há ir e voar

Rimando contra a maré

José Carlos Sant Anna disse...

Cores do mar, flores de sal
na pauta de um dia de sol

Abraços, caro poeta!

" R y k @ r d o " disse...


.
Assim se mostra que nem todos os cansaços são maus.
.
Abraço poético.
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

Elvira Carvalho disse...

Gosto do poema.
Abraço e saúde

Janita disse...

Com palavras como estas
todo o cansaço é bem-vindo.

Um abraço, Poeta.

Agostinho disse...

O Poeta sugere, de forma mais ou menos evidente, que a bondade do cansaço está na produção do prazer. Em qualquer elemento.
Para isso contribui com a harmonia das palavras. A nós basta-nos saber ler.
Abraço.


Maria João Brito de Sousa disse...

Na fímbria desse mar deixo o meu forte abraço!

Roselia Bezerra disse...

Olá, Mar Arável!
A primeira estrofe me tocou muito.
Flores de sal ... Inusitadas e bonitas devem ser.
Aqui, muito cedinho, os remos vão ao mar. É bonito o cenário do exercício coletivo dos mesmos.
Esteja bem, proteja-se!
Abraços fraternos, saúde e preces

Cidália Ferreira disse...

Como sempre um bom poema! :)
*
Silêncios... d'outras paragens...
*
Beijos e um dia feliz

Ailime disse...

Um cansaço com sabor a mar!
Belíssimo poema.
Beijinhos e saúde
Ailime

LuísM Castanheira disse...

Um poema tão belo
como simples...
singelo.
Gostei muito deste "cansaço".
Abraço

Juvenal Nunes disse...

E tudo está completo, as vitualhas para o caminho e o modo de caminhar!
Abraço poético.
Juvenal Nunes

Jaime Portela disse...

Há cansaços e cansaços...
Belo poema.
Bom fim de semana, caro Eufrázio.
Abraço.

vieira calado disse...

Olá!

Versos sóbrios, mas concisos-

Um abraço!

A Paixão da Isa disse...

lindo desejo saude bjs

Ana Tapadas disse...

Nunca me desilude, o Poeta!

O cansaço, quase pão, quase vida...

Beijo