segunda-feira, 22 de junho de 2020

TORRE DE MENAGEM





Há muitos anos comprámos
na Praça de S. Marcos
uma boneca que fingia ser anjo
e tocava violino

Colocámo-la na mesa de cabeceira
porque afagava bem as cordas
e nos despertava

Todas as manhãs lhe desejávamos
bom dia
num ritual ininteligível
e tudo ficava mais claro

Ainda hoje
com outros olhos começámos a ver
os mesmos retratos nas paredes do cais
a dardejarem na intimidade dos sonhos

com outros olhos
pequenos deuses tangíveis
plantámos árvores e barcos
e começámos a beijar
no chão que pisamos
as belas flores do jacarandá

Ainda hoje
nesta torre de menagem
bastou um sopro para agitar os pássaros
nos mastros mais altos
e a boneca na mesa de cabeceira


eufrázio filipe

20 comentários:

" R y k @ r d o " disse...

Pura sedução poética

Cumprimentos

Cidália Ferreira disse...

Simplesmente fantástico! :)

-
Esperei em segredo na fantasia do amor ...

Beijo, e uma excelente semana. :)

AC disse...

Da tua torre saem relâmpagos, meu caro Eufrázio, com uma enorme envolvência.

Grande abraço

São disse...

Pois , podemos olhar de diferentes modos os mesmos objectos...

Boa semana

Micaela Santos disse...

Muito interessante este poema!

Boa semana com muita saúde!
Abraço.

Rogério G.V. Pereira disse...

Onde a página, o livro
em que publicarás isto?

Juvenal Nunes disse...

Uma boneca angelical com um toque de divino traduzido no som da sua música.
Abraço poético.
Juvenal Nunes

Elvira Carvalho disse...

Um excelente poema.
Abraço e saúde

A Paixão da Isa disse...

bravo fantastico bjs

Agostinho disse...

Nma torre de menagem sem portas nem janelas a ideia corre à desfilada pelas paredes da cabeceira.
Todo edifício é imaginação do Poeta.
Abraço.

Ailime disse...

Há anjos que nos afagam.
Belíssimo poema.
Beijinhos,
Ailime

Rosa dos Ventos disse...

Torre de menagem e de homenagem àquilo que se vai plantando ao longo da vida!

Abraço

Megy Maia disse...

Olá Eufrásio!
Um lindo poetizar!
Abracinho!🌸😊🌸
Megy Maia🌈

jrd disse...

Mais um poema belíssimo.

Grande abraço

manuela barroso disse...

Haverá sempre um sopro que desperte para outras realidades já que na dinâmica da vida tudo rodopia e faz rodopiar , como este belíssimo poema !
Beijinho EF🌷

lis disse...

Certo que só um sopro basta.
Bela torre!

VILMA ORZARI PIVA disse...

Anjo da sedução!Belo poema!
Beijinhos

Gracita disse...

Com um sopro apenas um deslumbrante poema
Um abraço

© Piedade Araújo Sol disse...

há anjos que nos afagam
outros que são nossos protectores

o meu anjo da guarda
acho que é gato
dorme todo o dia
nem sabe que eu existo

um poema intrigante e belo

;)

Sónia M. disse...

Tremendamente envolvente.
Basta um sopro...