sexta-feira, 8 de março de 2019

SEM MUROS NEM AMOS





As andorinhas chegaram mais cedo
ao seu ninho preferido
o de sempre

Os senhores do mundo
que não são os senhores da vida
designaram dias
para todos os santos

criaram
não o dia das andorinhas
mas o dia das mulheres

Na verdade dos desertos
há flores nas areias
mulheres que valem por si

atravessam oceanos
rasgam o chão

São as mulheres que amo
com asas

sem muros nem amos


eufrázio filipe

29 comentários:

Rogério G.V. Pereira disse...

Poeta

Houve mulheres
De Maio em riste
e ainda em Março

Celebremos

Jaime Portela disse...

Muros e amos nunca fizeram bem às mulheres...
Caro Eufrázio, um bom fim de semana.
Abraço.

Agostinho disse...

Caro Poeta,
atreveste-te a cantá-las
neste dia tal e qual.
Até veio juntar-se ao caminho
o sol a ser feito.

"Sem muros nem amos"
as andorinhas sem dúvida.
A dúvida está nos santos
de pau comidos
e no bicho que os mina
de ódio e impotência.

Que as deixem em voo
de liberdade,
que isso é lindo.
E chega ao céu.

manuela baptista disse...

dias para todos os santos e pecadores :)

bonitas as suas mulheres aladas!

um abraço

Graça Pires disse...

Mulheres com asas. Sem muros. Sem amos… Belíssimo!
"A fonte que me atravessa a boca confina, agora, com a mágoa das mulheres que, à míngua de um abraço, envelheceram"... E com as que morreram, guerreiras de si mesmas…
Um beijo, meu Amigo.

Lua Azul disse...

Homens e mulheres têm de unir-se, para que haja mais igualdade.
O poema é um voo de pássaro em direção ao infinito. Que haja mais voos assim, também.

Rosa dos Ventos disse...

As mulheres que voam não têm medo de muros nem de amos!
Lindo poema!

Abraço

Elvira Carvalho disse...

As mulheres livres. Sem amos nem muros. O sonho de todas.
Belo poema.
Abraço e bom fim-de-semana

Olinda Melo disse...

senhores do mundo que mais parecem senhores da vida e em todos os sectores da sociedade.

Abraço

Olinda

Larissa Santos disse...

Um poema belo demais:))
Adirei...

Hoje:- Sinto-me o jardim mais florido da solidão [POETIZANDO]

Bjos
Votos de um óptimo Sábado

teresa dias disse...

Não há muros capazes de conter a força e o amor de uma mulher.
Excelente, senhor poeta!
Beijo.

Daniela disse...

Lindo!
=)
Bjinhos
Por aqui com; "Poetizando e Encantado" Primavera anunciada

manuela barroso disse...

Ah como saboreei esta partilha de luta , sensibilidade , comparação e beleza !

Beijo EF!

Maria Eu disse...

Asas para as mulheres e para os homens, parceiros no voo!

Beijinhos :)

Thaís Livramento disse...

Que nobreza! Beijos!!!

GL disse...

Castradas, castrados NÃO! Mulheres, homens, TODOS necessitam de asas, todos têm direito a ser alados.

Armando Sena disse...

Mulheres ode vivem os nossos sonhos

Anónimo disse...

... e os moinhos das marés, aí tão perto!
Há homens com asas e poesias, adejam por aí.
bettips

Justine disse...

Muito bom! E belo!

© Piedade Araújo Sol disse...


não há muros

nem amos

quando as mulheres tem asas

belíssimo !

:)

Ailime disse...

Belíssima elegia à Mulher que se quer livre e sem amarras.
Obrigada.
Beijinhos,
Auilime

Teresa Durães disse...

Nunca tinha pensado assim: com a vinda das andorinhas temos o dia da mulher. Excelente!

Amor disse...

Mar,todas nós deveríamos ter asas e ser livres de muros e amos.
O poema está belíssimo.
Beijinhos
:)

Ana Tapadas disse...

Grata por amares essas mulheres!

Livres de dias das mulheres.


Beijo

Teresa Almeida disse...

Um poema que vale por si.

Belo voo, Filipe!

Meu beijo.

Pedro Luso de Carvalho disse...

Caro eufrázio filipe gostei deste seu poema.
Uma ótima semana.
Abraço.

saudade disse...

Muros e amos não são para nós.... mulheres
Boa semana
Beijo

LuísM Castanheira disse...

cativam, andorinhas e mulheres, livres
"sem amos", sem asas cortadas, em voos ou poisadas.
belissimo poema.
abraco

Boop disse...

Só li hoje.
Mas ainda bem que li!