terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

A SOMBRA SE FEZ LUZ







Por sobre escarpas desertos e mares
lá onde nidificam sonhos
não perderam o sentido do vôo

recriadas
em vertiginosos bailados
nuas de tudo
regressaram ao alpendre
o meu palco preferido
dulcíssimas de tão breves

e a sombra se fez luz


eufrázio filipe

18 comentários:

Megy Maia disse...

Depois da escuridão sempre renasce a luz.
A luz do nosso gritar do viver.
Aplaudo suas palavras.
Despidas de preconceitos.
Um sorriso de talento.
Megy Maia

José Carlos Sant Anna disse...

Em silenciosa eloquência
o devaneio da dança
em barras de alegorias!

Um abraço, poeta!

jrd disse...

Regressam sempre, mesmo antes de tempo.
Um grande abraço Poeta

Rogério G.V. Pereira disse...

Gosto do teu palco
onde
em vez de cair o pano
nesse teu alpendre
o poema flui,é permanente

Genny Xavier disse...

Versos oníricos...que dançam na imaginação dos sentidos...e traduzem suavidade e luz...

Beijo.
Genny

© Piedade Araújo Sol disse...


há sempre uma luz
mesmo por entre as sombras

beijinhos

:)

teresa dias disse...

"e a sombra se fez luz", na pena do poeta.
Belíssimo!
Beijo.

saudade disse...

Que sempre se faça luz da sombra, para tu escreveres assim...
Boa semana
Beijo

Teresa Almeida disse...

O cenário desdobra-se em elegância e movimento. E a palavras ajustam-se na perfeição.

Beijos.

AC disse...

Qual prestigiador, tens o condão de pegar nas palavras e criar sempre um magnífico bouquet.

Abraço

Jaime Portela disse...

Magnífico poema.
Caro Eufrázio, continuação de boa semana.
Abraço.

Majo Dutra disse...

E iluminaram-se os teus sentidos, poeta.
Imagens expressivas e fantásticas!
Tudo pelo melhor, Amigo. Bj
~~~~~

Canto da Boca disse...

A pena continua afinada, a desenhar imagens através das palavras.
Luz e sombra, tudo no equilíbrio...

;)

Elvira Carvalho disse...

Maravilha-me a magia e leveza com que joga com as palavras criando sempre belos poemas.
Abraço e bom fim de semana

Teresa Durães disse...

Um poema muito melódico e muito belo!

Ana Tapadas disse...

Palavras dançantes que nunca perdem o rumo.

Beijo

Graça Pires disse...

Têm luz, têm movimento, têm uma delicada elegância. Quem lembrará as sombras?
Uma boa semana, meu Amigo.
Um beijo.

Roselia Bezerra disse...

Boa tarde de paz, Mar Arável!
Indo e vindo... Trevas e LUZ...
Tenha uma nova semana abençoada e feliz!
Abraços fraternos