sexta-feira, 20 de abril de 2018

NA TUA VOZ






Cantavas
cantavas
cantavas

e eu não sabia
se eras tu

ou um pássaro
do alto

a prender-me o olhar
na tua voz


Eufrázio Filipe

22 comentários:

Rogerio G. V. Pereira disse...

Cravo de Abril

Cântico a soltar o olhar
na voz de um pássaro

Cidália Ferreira disse...

Muito bom!!

Beijos. bom fim de semana.

Gil António disse...

Doce e maravilhoso.
.
* Criança brincando ... em interno lamento. *
.
Cumprimentos poéticos.

Agostinho disse...

O Poeta num trecho curto de um instante atinge a simbiose dos sentidos.

BFS.

jrd disse...

Um canto de encanto.
Um abraço fraterno

Vanessa disse...

Um cantar tão esplêndido que se confunde com o cantar do pássaro. Gostei dos seus versos, cheio de fofura e encantamento.
Tenha um ótimo fim de semana.

Ana Tapadas disse...

As parcas palavras de um grande poema!

Beijo

Graça Pires disse...

Quando a voz se confunde com a liberdade...
Uma boa semana.
Um beijo.

Gil António disse...

Bom dia. Visitando e, como sempre, elogiando a sua publicação
.
* Amor = Fogo que Arde em Chispas Ardentes. *
.
Cumprimentos

Pedrasnuas disse...

O canto era bom!

Ailime disse...

Tão lindo este canto!
Um beijinho.
Ailime

Pedro Luso disse...

Parabéns Eufrázio Filipe pelo belo poema.
Um abraço.

Olinda Melo disse...


Há momentos assim, em que o encantamento nos prende e faz-nos voar ao mesmo tempo.

Abraço.

Olinda

Armando Sena disse...

A voz não nos doerá de cantar poesia aos 4 ventos

Teresa Almeida disse...

Quando a voz voa alto.
Abraço.

© Piedade Araújo Sol disse...


e que o canto ecoe em liberdade ...

bom fim de semana.

:)

Majo Dutra disse...

Um canto tão esperado e ansiado
sentiu-se com a comoção à flor
da pele.
Abraço, Amigo.
~~~~

AC disse...

Ode aos pássaros!

Abraço :)

Agostinho disse...

Pelo canto se (re)conhece a voz
da liberdade à solta em todos nós

BFS

teresa dias disse...

Só quem sabe diz tanto com poucas palavras.
Cantemos juntos, sempre bem alto.
(Linda foto.)
Abraço.

Marta Moura disse...

Tão bonito.

Odete Ferreira disse...

Quando o pássaro é "do alto", nem me atrevo a piar...
:)