sábado, 16 de dezembro de 2017

O NATAL VAI COMEÇAR




O Inverno purifica. 
Sacode-se nas árvores penadas, inventa polícromos arco-iris, manifesta-se lúcido contra a perfeição, faz trejeitos ao rosto. Ri-se nos olhos de toda a gente. 
Lá no alto, por cima das nuvens de chumbo, levanta a voz dos relâmpagos e às primeiras pancadas de Moliére, abre o pano.Vem ao palco e anuncia: 
Senhoras e senhores a fábula"é uma pintura onde podemos encontrar o nosso retrato"
Que dia é hoje?
Silêncio. 
Senhoras e senhores ides assistir à mais fabulosa história da minha estação. 
As luzinhas furta-cores são as mesmas. O mesmo burro, o mesmo pinheiro,o mesmo musgo, as mesmas pedras, a mesma estrelinha no presépio. O mesmo rebanho, os mesmos pastores, a mesma palha, o mesmo bafo.
Ides ser cúmplices dos animais,dos anjos que vão cair nas chaminés, nos sapatinhos dos meninos ajoelhados- até que o galo cantará. 
Lá fora as ruas estarão um sonho - até nos olhos dos outros meninos, na montra dos céus. 
Tudo será luz nos corações vibrantes, menos nos olhos sem abrigo.
Aqui não há tempestades, só ventos fortes, água abrupta e belos relâmpagos.
Amai-vos uns aos outros
Eu sou o Inverno.
Não creio, mas o Natal vai começar. 


Eufrázio Filipe
"CAÇADOR DE RELÂMPAGOS"

32 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Gostei muito do poema! Parabéns

Beijinhos. Bom Fim de semana.

jrd disse...

Bela prosa poética a tua reflectida no mar...para além das nuvens.
Um abraço fraterno

Graça Pires disse...

O Natal começa com os "teus" relâmpagos a avisarem-nos da desigualdade entre os homens, a fazerem-nos desejar um mundo melhor...
Que seja bom o teu Natal. Que o novo ano te traga motivos de esperança.
Um beijo.

LuísM Castanheira disse...


num mundo melhor, mais justo,
menos desigual, todos os dias seria natal.
um abraço

lis disse...

Sua crônica me fez lembrar de algo que li sobre as festas de fim de ano e particularmente,o Natal.
Falava o quanto é preciso muita poesia para levar uma árvore para dentro de casa criar um caminho de lâmpadas nas janelas,enfeitar a porta e dizer bem-vindo a estranhos.
É preciso muita poesia para ver tudo de novo "o mesmo burro,o mesmo pinheiro,o mesmo musgo e aquela famosa estrelinha no presépio"
E,se no seu hemisférios, com o inverno o Natal vai começar(e queria estar aí),aqui é muito calor muito verão pouca chuva muita amontoado nas praias,enfim é Natal! rs
Adorei voltar a te ler.
Desejo que tenha um inverno purificador'e um lindo dia de Natal.
E claro que o poeta obedeça a ordem divina _amando uns aos outros, no novo Ano que se anuncia.
Com abraços Eufrázio

Majo Dutra Rosado disse...

POETA. TUDO PELO MELHOR!
ABRAÇO AMIGO.
~~~~~~~~

Pedro Luso disse...

O hoje será o amanhã.

teresa dias disse...

Mais um belo poema.
Que em 2018 continues a encantar-nos.
Que tenhas um SANTO NATAL.
Que a vida te sorria e inspire, amigo Eufrázio.
Abraço.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Santo e feliz Natal para si e sua família.
AG

Ailime disse...

Que bom que seria se neste Natal os homens se dessem as mãos e durante o próximo ano e nos outros e outros ajudassem a que o Natal deixasse de ser inverno na vida de tantos que ainda dormem ao relento.
Santo Natal e bom Ano Novo.
Beijinhos,
Ailime

© Piedade Araújo Sol disse...

e Natal é quando o homem quiser, dizia o Poeta
e estava certo
Deixo votos de um
Abençoado e Feliz Natal junto com os seus familiares
e um 2018 repleto de concretizações de todos os sonhos!
beijo
:)

Agostinho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Agostinho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Agostinho disse...

Num acto, o retrato feito!
Eu ato o laço e espreito
o horizonte.

Será que chega,
(perdido no trânsito)
aos bairros da Amadora,
sem gnr batedora?
Confundem com tanta luz
o Menino Jesus...

Puseste o dedo no sítio e o ribombar ecoará em muitos ouvidos.

Eu queria, assim, mas estava no trânsito entupido, afogado de Natal.

Saúde e muitas festas, Poeta.

LuísM Castanheira disse...


Desejo-lhe, a si e toda a Família,
Festas Felizes e Ano Novo Próspero.
Um caloroso abraço

Teresa Almeida disse...

Bom Natal e feliz ano novo - com muita inspiração.

Beijinho.


Maria Eu disse...

Vai começar, sim, apesar de tudo!

Boas Festas, MA.

Beijinhos :)

Maria Rodrigues disse...

Maravilhoso poema.
Desejo-lhe um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de saúde, alegria, sonhos realizados, paz e amor.
Um grande abraço
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Olinda Melo disse...


Vai começar, tudo igual e cada vez mais na mesma.
Até o sem abrigo tem a ilusão de que alguma coisa mudou.

Em todo o caso desejemos um BOM E SANTO NATAL.

Abraço.

Olinda

GL disse...

O inverno é quando um homem quiser? Não!
Tal como o inverno, o Natal não é quando um Homem quiser, o Natal É quando um grupo de homenzitos derem licença.

Bom Ano! Se possivel mais justo, menos "zangado" com todos os inocentes, com todos aqueles que vivem à mercê de tudo, e que já desesperam.
Beijinho.

manuela baptista disse...

o inverno e o inferno

haverá sempre uma escolha, no entanto, se o seu Natal já começou desejo que lhe seja feliz

um abraço

mariam [Maria Martins] disse...

Lindo!!!
Feliz Natal querido Poeta :) beijinhos

Pata Negra disse...

O Rei dos Leittões, como leitão, tem medo dos comedores do Natal mas, ainda assim, passa por aqui para desejar ao Eufrázio que lhe façam Boas Festas.

Pedrasnuas disse...

Enquanto os homens não se entenderem, haverá geada nos olhos e nos gestos. A proximidade gera calor.

Gil António disse...

Boa tarde. Independentemente da publicação que li com toda a atenção, passando para desejar um ANO NOVO de 2018, muito feliz, extensivo a família e amigos..
.
hoje: * Embriaga-me nas tuas Emoções *
.
Continuação de boa festas.
.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Feliz ano 2018 repleto de oportunidades, saúde, esperança e prosperidade.
AG

Ricardo- águialivre disse...

.
Passando, lendo, e deixando a minha mensagem de Ano Novo
.
Tema: -- FELIZ ANO NOVO DE 2018 --
.
Abraço

mz disse...

Ao evocar moliére, evoca-se a farsa, a hipocrisia e a falsidade nas relações humanas. É a arte da representação. Acredito que para muitas pessoas assim seja,esse natal que não verdadeiro!

Um bom final de ano!







Rogerio G. V. Pereira disse...

Cheguei, já com o Natal passado
- ou será que só agora começa?

Vamos começar o Natal, agora "à séria"?
Vamos nessa?

Ailime disse...

Um poema magnífico.
Quando será Natal de verdade?
Beijinhos,
Ailime

Ana Tapadas disse...

Hoje comento aqui...embora já tivesse lido o belo poema...
Também acredito que o Inverno purifica...

Beijo

Odete Ferreira disse...

Fabuloso texto mas isso já sabes.
:)