quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

ATÉ SEMPRE CAMARADA




No lado esquerdo da vida


20 comentários:

jrd disse...

Do lado esquerdo da vida, o lado certo, que é o lado onde estamos
Abraço meu irmão poeta

LuísM Castanheira disse...

30 saudosos anos...
(e os masters da Orfeu desaparecidos)
e um país pouco cuidadoso
e a cultura pelas horas-da-morte.
Abraço.

Janita disse...

Até sempre!

Anda alguém
pela noite de breu à procura
e não há quem lhe queira valer

Vejam bem
daquele homem a fraca figura
desbravando os caminhos do pão

E se houver
uma praça de gente madura
Ninguém vem levantá-lo do chão


Beijinhos, Poeta!

Cidália Ferreira disse...

O que eu gosto das suas canções!!

Beijos

Elvira Carvalho disse...

Continua vivo na nossa memória!
Abraço

Rogerio G. V. Pereira disse...

E quando o homem parte,
fica-nos a memória de um homem digno,
de um homem inteiro.
E sempre vivo.

Odete Ferreira disse...

Agora e sempre...
Bjo

teresa dias disse...

Do lado certo da história.
Lembranças boas não morrerem.

Graça Pires disse...

Para sempre inesquecível, o Zeca.
Um bom fim de semana.
Um beijo.

A. disse...

continuará sempre vivo nos nossos corações.
:)
beijinhos

Agostinho disse...

Não há vento que vergue um canhoto como este. Morreu em estado puro, nunca se vendeu ao dinheiro.
Abraço.

Graça Sampaio disse...

E sempre presente!! Grande homem! Grande voz!

Cristina Cebola disse...

Um homem imenso!!!

Pata Negra disse...

Amigo, canto e morte...
Maior que o pensamento, abril não morre!...

Abraço, até

Anónimo disse...

Para sempre
o Homem
a sua obra
a sua voz
os seus valores
(...)

princesa

© Piedade Araújo Sol disse...

que nunca seja esquecido!

e não será...

beijo

:)

Teresa Almeida disse...

Será sempre a"estrela d´alva".

mariam [Maria Martins] disse...

Até sempre! :) beijinhos

graça Alves disse...

Uma voz sublime e insubstituível!
beijinho

George Sand disse...

Do lado do coração. Sempre, o Zeca.