quarta-feira, 2 de abril de 2014

À SEMELHANÇA DOS PÁSSAROS



 
 
 
 
Chovem primaveras na  boca dos amantes
pedras cantadas em surdina
que aguardam um sinal para voar
 
sofridos
à pergunta de um relâmpago
um asseiro de luz
nos céus desalmados
 
sonâmbulos nos jardins
amantes em flor
cantam embargados
e ao cantarem resistem
 
metem na voz
um sol de mãos cheias
à semelhança dos pássaros
 
lábios nos lábios
 
 



30 comentários:

Lídia Borges disse...


Amores truncados, em tempo de florescências, tantas!

Beijo

deep disse...

Talvez seja preciso inventar outra Primavera. :)

Isabel disse...

O amor é Primavera.
O amor não devia nunca ser sofrido!
Um beijo

Ana Tapadas disse...

«sofridos
à pergunta de um relâmpago»

Porém hão-de voar...

Beijinho

Vénus S. disse...

A Primavera faz querer voar mais alto e mais além... :)

Kiss

Rogerio G. V. Pereira disse...

Se o amor tivesse hino
podia ser isto
o cantado

Sónia M. disse...

Que o canto resista nos lábios da flor.

Beijo

Majo disse...

~
~ Primavera - Amantes - Iluminados - Resistentes - Cantar -
~ Pássaros - Embargo ~Jardim ~ Flor - Beijo ~

~ ~ ~ Gosto. ~ ~ ~

jrd disse...

A imagem perfeita da "explicação dos pássaros".

Um abraço para ti inventor de metáforas!

Agostinho disse...

A reconciliação num beijo?
Bom poema, Mar.

António Jesus Batalha disse...

Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
Eu também tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita.
Ficarei radiante se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais, saiba que sempre retribuo seguido também o seu blog. Deixo os meus cumprimentos e saudações.
Sou António Batalha.

Suzete Brainer disse...

Simplesmente

M-a-g-n-í-f-i-c-o ...

Bj.

MARILENE disse...

Que continuem a cantar, pois com a música se recebe luz e se afasta o sofrimento. Abraço.

Ailime disse...

Lindo! O amor a sorrir na primavera. Bj Ailime

Olinda Melo disse...



'Há sempre alguém que resiste
Há sempre alguém que diz não'

e surge a esperança brilhando em manhãs de primavera, em jardins de amantes em flor, arvorando, qual bandeira, um sol de mãos cheias.

Abraço

Olinda

Rita Freitas disse...

Palavras com cheiro a primavera e amor :)

bjs

© Piedade Araújo Sol disse...

lábios nos lábios e olhos nos olhos, e o voo no coração....

:)

Marta Vinhais disse...

Um beijo desejado, sentido...Cheio de sol e esperança...Para renascer como a Primavera...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Fê blue bird disse...

HÃO-DE VOAR À SEMELHANÇA DOS PÁSSAROS !

beijinho

heretico disse...

... e voam num cântico insubmisso - como um beijo desatinado.

abraço, Poeta.

Janita disse...

De lábios nos lábios, já as bocas dos amantes são abençoadas com chuvas de primavera e voos de pássaros.
Para quê relâmpagos, se eles já estão de amor iluminados?

Um beijo!

Laura Santos disse...

À semelhança dos pássaros, também nós desejamos voar como os pássaros e regressar ao ninho.
E todos os cânticos e cantos resistirão sempre, embora por vezes possam ficar mais tristes.
xx

Rosa dos Ventos disse...

Para os amantes com pássaros na cabeça é sempre Primavera!

Abraço

. intemporal . disse...

.

.

. e de agora em diante . serão soalheiras as primaveras na boca dos amantes .

.

. belíssimo .

.

.

Baila sem peso disse...

As primaveras cantantes...
os amantes estonteantes...
e a vida correndo
e "lábios nos lábios"
ardendo...

Mar que venho visitar
tentando por guelra respirar :)

Gostei!
E obrigada pela visita!

Beijo

ॐ Shirley ॐ disse...

O amor é lindo, a tudo supera.
Beijos e muita paz!

Justine disse...

Cumprida a primavera dos recomeços!

EU disse...

Poesia peculiar, a tua Mar...
Metafórica, imagética e densa.
E os amantes, na sua entrega, são tudo o que um poeta é capaz de exprimir em versos como estes.

E saio, relendo até a página se virar...

Bjo :)

manuela baptista disse...

resistentes são os pássaros, sim

Teresa Almeida disse...

É o sol que se acende no poema: lábios nos lábios.
Beijo.