quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

UM BEIJO NOS MASTROS MAIS ALTOS




 No côncavo da noite
à luz dos relâmpagos
estávamos tão certos
das palavras com voz própria
que bastava ouvir
o som dos búzios
numa campânula de mãos
nos ouvidos

tropeçar um barco sem eira
carregado de estrêlas
para arremessar às pedras
e zarpar
folha ante-folha
pássaros enfunados nas gáveas
contra o vento

Estávamos tão certos
das palavras com voz própria
que ainda hoje sem âncoras
enclavinhamos mãos
remos velas e rotas

para hastear um beljo
nos mastros mais altos


 

34 comentários:

Rogério Pereira disse...

E quando virdes
Um beijo hasteado
No mastro mais alto
Reconheçam
A persistência de termos estado certos
Antes que a luz se fizesse
E o mar estremecesse

teresa dias disse...

Que lindo!
Eu, que adoro o mar, só podia gostar. Muito!

Céus de Jade disse...

Nos mastros mais altos! Um beijo desfraldado como uma bandeira. Um hino ao amor que subsiste para lá das borrascas que até o mar tão belo e calmo, por vezes ciumento é capaz de desenvolver para evitar que qualquer beijo se faça uma bandeira! Adorei. Lindo poema. Um beijinho

Rita Freitas disse...

E as palavras deste poema têm voz própria.

Bjs

heretico disse...

letra a letra somando "rotas e velas" até a gávea - onde a paisagem arde nos lábios.

abraço, Poeta

Flor de Jasmim disse...

Se estão certos contiuarão a ter voz e a remar mesmo contra a maré!

beijinho e uma flor

bettips disse...

Somos livres pensadores
estamos certos
...//...
hasteamos um beijo e um cravo
no lugar mais alto
mastro-livre.

Tão bonita a palavra quanto o quadro, soltando velas, amarras, âncoras.
Abç

Portal de Blogs Teia disse...

Olá.
Adorei passar por aqui e conhecer seu cantinho.
seu blog é muito bom, parabéns.
Sempre que possível estarei passando pra ver as novidades.
Até mais

Janita disse...

Quando a certeza tem voz própria,
um beijo hasteado nos mastros mais altos, tem um sabor de vitória
e de glória!

Um beijo.

AnaMar (pseudónimo) disse...

e que o vento leve a bom porto este barco poema e que mais beijos sejam hasteados

Sônia Brandão disse...

Fiquei imaginando um barco carregado de estrelas.

bjs

hfm disse...

De todas as metáforas!

Justine disse...

Sempre as metáforas marítimas - tão adequadas!

Maria João Brito de Sousa disse...

...vejo amor, neste poema. Aquele amor que temos por aquilo que fazemos com gosto... pelo mar, pela terra, pelas palavras...

Gosto muito, Mar Arável! Abraço!

lino disse...

Belíssimo!
Abraço

Maria João disse...


Um beijo hasteado será sempre uma bússola.

Um abraço

Anabela Brasinha disse...

Oferenda e generosidade de dar versos,
"a luz dos relâmpagos",
"numa campânula de mãos",
"tropeçar um barco",
"arremessar às pedras
e zarpar",
Olhar como quiser os versos,
"remos velas e rotas
para hastear um beijo".

Belo poema teu!

mundo da lua disse...

essas palavras chegam a ter um sabor.
adoro sempre.

manuela baptista disse...

das palavras com voz própria,

continuamos certos

Virgínia do Carmo disse...

Leveza que pesa sem doer no coração. Como lágrima.

Sempre muito maior.

Grato abraço, Eufrázio.

ana disse...

Um búzio junto ao ouvido ecoa o poema.
Beijinho.

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Belíssimo poema! Gostei, em particular, da primeira estrofe!

Beijinho amigo

Pata Negra disse...

Então hasteemos um abraço entre palavras certas. Eles têm os microfones e os palcos, nós temos os versos e as praias

Vento disse...

tão lindo, Eufrázio!
beijo.

Sónia M. disse...

Sem âncoras...deixo um beijo

(muito belo!)

Felina disse...

Um beijo com sabor a maresia... com os cabelos ao vento...

ana disse...

Amanhã vai sair um desafio/partilha no (IN)Cultura, gostaria que participasse com o seu contributo.
Beijinho.

Sandra Subtil disse...

Lindo, lindo, lindo!
tenho medo de comentar e estragar...
Beijinho

www.amsk.org.br disse...

Um beijo hasteado pra você,
na altura do seu coração.

Luis lourenço disse...

tocante e sublime.

abraços, caro Poeta.

Véu de Maya

Olinda Melo disse...


Um excelente rumo, marinheiro!

Abraço

Olinda

jrd disse...

Algo se passou que me fez "perder" este barco, mas ainda cheguei a tempo de avistar o beijo que hasteaste.

© Piedade Araújo Sol disse...

um beijo em metáforas

muito belo!

beijo

black angel disse...

zarpar ao encontro
do teu corpo
fixar nos mastros mais altos
o teu beijo