sábado, 22 de março de 2008

VAGAROSO INSTANTE






Logo hoje que era preciso

rasgar destinos

ajudar

o grito das marés

acordar as pedras brandas


subi às colinas

e adormeci

nos halos luminosos

dos teus cabelos de prata

com salpicos de barcos

e gaivotas


Logo hoje que era preciso

crescer em casulo

na voz dos búzios


a voragem do sono

arredondou-se

e assim fiquei

à espera de um toque para voar


Logo hoje

subi às colinas

e adormeci

só para te ver

vagaroso instante


24 comentários:

gabriela r martins disse...

logo hoje

me quedo
no volteio
dos versos

azuis

.
um beijo

Maria disse...

Arredondo-me
para te ler

uma amêndoa
e um beijo

Donagata disse...

Logo hoje eu passei por aqui e encantei-me com tão belas palavras.

Boa Páscoa

© Piedade Araújo Sol disse...

Logo hoje
Que descobri
este oasis
feito palavras
feito sentires...

Logo hoje...

Bem Hajas!

nana disse...

logo
a espera
me adormeceu



..





x

BIA disse...

Tal como uma abelha, me curvo,para beber deste precioso néctar poético!...

Abraço-te no círculo dos instantes sentidos


BIA

alice disse...

e como é bom voar sobre este mar...

CCF disse...

Abril já está aqui, nesta revolução constante que é a poesia.
~CC~

Carla disse...

há instantes, que de tão vagarosos se tornam verdadeiras carícias...a leitura destas palavras é um desses instantes
bjs

jrd disse...

Poucos como tu, sabem ver de cima o mar, devagar...

Graça Pires disse...

Um vagaroso instante e surge o poema. Logo hoje...
Um abraço.

Maria Laura disse...

Ritmo, musicalidade, beleza nas palavras. Como sempre!

Miosotis disse...

... uma poética linda!
E a imagem invulgar, quase etérea!

Abraços

mnemosyne disse...

Belissima bordadura caligráfica.

Beijo

Ana Paula disse...

Vagaroso instante... nasce de uma ideia bonita. Não há outra forma de apreciar a vida.

Gostei deste Mar de poesia! :)

Maria P. disse...

Magnífico, logo hoje.E sempre.

Beijinho*

Anónimo disse...

E eu...

Só hoje consegui
saborear
o seu "Vagaroso Instante"!...
...Instante prolongado
...criativo
...serenidade infinita
...ritmada!

princesa

ContorNUS disse...

Existem dias assim...

azuis e voláteis

isabel mendes ferreira disse...

e assim feita instante devagar. devagarmente desci. e re.cheguei.

para o ler.


hoje. como memória de ontem.

como sempre.




abraço.

Mateso disse...

Por demais belo!
Beijo

Claudia Sousa Dias disse...

MUito bom...


CSd

espelho sem reflexo disse...

Li.
Subi às colinas e, num vagaroso instante, o grito das marés ainda lá estava.
Ainda.

comecardenovo disse...

logo hoje...

pin gente disse...

e eu que me sinto apenas névoa
aquela que todos vêem e querem se dissipe
que todos olham e ninguém quer tocar
eu que me perco sem alcançar abrigo
a ti me encosto pra nuvem formar