domingo, 31 de janeiro de 2021

SOMBRA DE LUZ

 

                                                               Magritte


Quando despertei
para a árvore
que ajudei a plantar

nos espelhos da memória
chovia uma sombra de luz

desejos paisagens sons

e foi assim
neste equilíbrio 
fugaz de assimetrias
que inscrevi no tempo que faz
um espaço
para agitar o vento

mares salivas flores de sal

e foi assim
a prumo nos mastros
em desassossego de barcos
que organizámos jardins
bandos de pássaros
relâmpagos

quando despertei
vesti o melhor fato
só para te ver

e tu lá estavas


eufrázio filipe

23 comentários:

jrd disse...

E da árvore poética brotou um belos fruto-poema.

Grande abraço poeta

brancas nuvens negras disse...

Um encontro que já estava marcado antes do sonho.

Rosa dos Ventos disse...

Belíssimo poema!

Abraço

Cidália Ferreira disse...

Gostei muito do poema. Obrigada!!
-
Esta noite... quero que me seduzas
.
Beijo. Um confinado e feliz Domingo

" R y k @ r d o " disse...

Existem sonhos que são verdadeiros poemas de amor.
.
Uma tarde/noite muito feliz
Cuide-se
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

São disse...

Que esteja sempre lá!

Bom Fevereiro

carlos perrotti disse...

Gostei.

Abrazo!!

MARILENE disse...

Iluminado despertar! Lindos versos! Abraço.

silvioafonso disse...

Olha eu aqui pra te dizer
boa noite e muito obrigado.
Um beijo e boa semana.

Juvenal Nunes disse...

Poema interessante: o amor não se faz de ausências.
Saudações poéticas.
Juvenal Nunes

Graça Pires disse...

A árvore é uma semente que cresce em silêncio. Como o amor. Por isso, a prumo nos mastros em desassossego de barcos, organizaste jardins, bandos de pássaros, relâmpagos e te vestiste a rigor para receber quem te esperava.
Uma boa semana, meu Amigo.
Cuida-te bem.
Um beijo.

José Carlos Sant Anna disse...

Ainda bem, as abscissas não foram chamadas para este encontro!
Abraço,

Elvira Carvalho disse...

Um belo poema que gostei de ler.
abraço e saúde

manuela barroso disse...

A alegria veste-se de mar e flores e reencontros.
Lindo de ler
beijinho EF

© Piedade Araújo Sol disse...

Magnífico poema, gostei imenso.
Continuação de boa semana.
Obrigada pela visita.
Beijinhos
:)

Teresa Almeida disse...

Depois de uma preparação cuidada e expressiva, a recompensa não falhou.

Beijo.

Ulisses de Carvalho disse...

gostei muito do poema! e da imagem (as pinturas de Magritte têm, para mim, esse poder de abrir margens para muitas interpretações). um abraço.

Ailime disse...

Belíssimo poema!
O amor falou mais alto.
Beijinhos e saúde.
Ailime

LuísM Castanheira disse...

haverá sempre um pássaro a despertar-nos o olhar.
abraço, poeta.

saudade disse...

E que sempre esteja.... Lindíssimo. Beijo

Roselia Bezerra disse...

Olá, amigo Mar Arável!
Plantar algo que nos traga amor ao 💙 é renovador. Uma mensagem edificante. O que se planta colheremos mais adiante.
Muito obrigada pelo seu carinho incentivador neste tempo difícil que me ausentei.
Criei um novo blog e lhe espero por lá.
,https://flordocampo3.blogspot.com/
Esteja bem!
👼🕊️🙏🙌😘

Lígia Casaca disse...

No eterno movimento de todas as coisas, vestir o melhor fato e saber que alguém nos espera, é ter muita sorte.

lupuscanissignatus disse...

o tempo é um espelho de luz e sombras