sexta-feira, 9 de outubro de 2020

LÁBRIMA SOLTA

 



Quando a estátua

deixou de ser estátua


eu vi


uma lágrima solta

nos olhos 

da pedra


eufrázio filipe

poesia

19 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Gostei.
Abraço e saúde

jrd disse...

Um pequeno poema... Enorme!

Grande abraço

Roselia Bezerra disse...

Boa noite de serenidade, Eufrázio!
Muitos casos foram comprovados e outros, atestados como irreais.
Por outro lado seu poema revela uma dor incontida como que até de um coração de pedra pode rolar.
Muito profunda a mensagem dentre outras que li aqui, certamente.
Tenha um ótimo final de semana abençoado!
Abraços fraternos de paz e bem

MARILENE disse...

Se escondemos sentimentos, somos como as estátuas. Mas basta um deslize e a emoção aflora, revelando a verdade. Gostei muito. Abraço.

Maria João Brito de Sousa disse...

Forte abraço de quem está quase, quase, reduzida à situação de estátua, Eufrázio!

Rogério G.V. Pereira disse...

Se olhares para a minha cara
perceberás que sou eu a pedra

porque há muito não me vens a casa
nem saberás da minha perda

Rosa dos Ventos disse...

Lindo!

Abraço

A Paixão da Isa disse...

uma foto que deixa que pensar lindo poema bjs bom fim de semana

Gracita disse...

Deixamos de ser estátuas quando quando nos permitimos externar nossos sentires através de uma lágrima
Um poema excepcional
Um abraço

Boop disse...

Que bonito.
Escrever tão simples e tão belo é das coisas mais difíceis!
Gostei mesmo!

Cidália Ferreira disse...

Fantástico! :)
-
Flores que sublimam o olhar
-
Beijos e uma excelente noite.

Graça Pires disse...

Por tudo isso é que dizemos que as pedras têm alma. E como o sabes tão bem...
Uma boa semana com muita saúde, meu Amigo.
Um beijo.

Almma disse...

Que sensibilidade...

Ailime disse...

Magnífico poema!
Uma estátua com alma.
Um beijinho.
Ailime
(Tive pena que não tivesse lido o meu penúltiplo poema).

Ailime disse...

Retifico: penúltimo . Prezo muito a sua opinião. Bjs

Diná Fernandes disse...

Em poucas palavras expressou seus sentires. Gosto de textos curtos que dizem muito!
Boa tarde
Abraço!

anamar disse...

Em poucas palavras se diz muito.

Bom receber a tua visita. Tenho andado tão afastada...

Beijinho :)

© Piedade Araújo Sol disse...

curto e sensivel
e sim
as estátuas tambem choram
(porque as há, humanas)
bom domingo
:)

saudade disse...

Tanto que disseste em tão poucas palavras.
Boa semana