sábado, 2 de maio de 2020

ETERNAMAENTE A RESPIRAR






Nem todos os jacarandás
rebentaram em Maio
mas tu cumpriste
o ritmo das estações
contra o tempo que faz

vestiste-te de púrpura
com cheiro a hortelã
sentaste-te no meu silêncio preferido
dedos esguios em flor
a crescerem nas teclas do piano

nem todos os jacarandás
rebentaram em Maio
porque não existem horas para amar

porque é possível pintar
uma flor com a boca
na tua boca
e ficar assim
eternamente a respirar


eufrázio filipe

"Chão de claridades"


13 comentários:

" R y k @ r d o " disse...

A sedução do amor é maravilhoso, poeticamente falando. Gostei demais de ler
.
Um Sábado feliz
Cuide-se

Graça Pires disse...

Sentada no teu silêncio preferido ela foi contigo ver florir os jacarandás e deixou que lhe pintasses com tua boca uma flor na boca dela. Até perderem o fôlego… É tão mágico o amor…
Um bom fim de semana, meu Amigo.
Um beijo.

José Carlos Sant Anna disse...

É possível pintar os claros caminhos do amanhã
de boca a boca...
Um abraço,

Ana Tapadas disse...

Eu poderia desmontar as metáforas do poema, esse é o meu ofício...mas aquilo que aqui me traz e eu gosto é desta pura emoção estética, desta Poesia de palavras simples e plenas de significação, desta contenção lírica profunda.

Um beijo, meu amigo e proteja-se.

Cidália Ferreira disse...

Parabéns pelo poema. Muito bonito!
-
Carrego no colo a saudade

Beijo e um excelente dia para todas as Mães.
Fique em casa.

Canto da Boca disse...

"Nem todos os jacarandás rebentaram em Maio", mas toda poesia há de brotar, em todos os meses e estações poéticas do seu "Mar Arável".

Poesia lindíssima!

:)

© Piedade Araújo Sol disse...

Nem tos os jacarandás rebentam em Maio, mas
com uma flor na boca
podemos respirar sempre o aroma da outra boca

beijinhos
:)

Ailime disse...

O amor que respira bela poesia.
Beijinhos,
Ailime

vieira calado disse...

Um belo poema!

Gostei muito!

Saudações poéticas!

Roselia Bezerra disse...

Bom dia de esperança, Eufrázio!
Que bonito! Tanto lirismo exalando nos versos...
Gostei muito também deste:
"não existem horas para amar"...
Tenha dias abençoados!
Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

manuela barroso disse...

Jacarandás , púrpura , maio , silêncio ...
Tanta cor, tanto aroma, tanto maio que adoro!
Como não , envolver toda esta respiração na lonjura de um piano ?
Demais ...
Beijinho EF

Agostinho disse...

Nem todos rebentaram
poupando-se do gáudio alheio
mas floriram o seu perfume
por dentro

Abraço.

teresa dias disse...

Cor e amor... na rua dos jacarandás...
Magnífico!!
Beijo