sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

CONTRA O MEDO




O colossal perigo para o mundo será Trump nacionalista assumir a vertigem do poder pessoal, por cima das instituições dentro e fora do seu país. 
No seu discurso de posse, pato bravo ignorou a Constituição, os direitos humanos e até os seus adversários. 
Populista imprevisível, perigosa criatura, prometeu o descalabro, o crescimento da temperatura e da desordem internacional. 
A menos que um novo David assuma a pedra nas ruas, 
contra o medo. 




23 comentários:

LuísM Castanheira disse...

"...Isto não é um ponto final.
É uma vírgula..."
by: Barack Obama

LuísM Castanheira disse...

*mas pode ser uma vírgula nuclear.

Laura Ferreira disse...

God bless America....

(and us all)

Elvira Carvalho disse...

Será que os americanos o vão deixar estar lá os quatro anos?
Um abraço e bom fim de semana

Rogerio G. V. Pereira disse...



uma amiga perguntou-me
se eu publicar lá no meu espaço
foi há pouco
respondi-lhe não saber e que estava feito num oito

agora sei o que vou lá pôr

teu post será um documento histórico
aposto

Impontual disse...

Populismo anti-democrático em versão saloia.
A curiosidade reside em perceber a reacção do resto do mundo a começar na própria América.

Teresa Durães disse...

Com armas nucleares nas mãos...

Emília Pinto disse...

Junta-se este a Puttin e lá continuarão as guerras. O medo instalou-se e com motivos. Os americanos assim votaram e agora arrependem-se. Mas pode ser que haja um impeachment, pois não manda sozinho. Tenhamos esperança!!! Um bom fim de semana, amigo. Beijinho
Emilia

jrd disse...

Este David é maior do que um Golias e vamos precisar dele em todo o mundo.
Belo post.

Cristina Cebola disse...

E mais uma vez na história da humanidade, a loucura e a falta de carácter, podem perigar o mundo e a vida dos justos...

Será que está por nascer uma besta gigante?

Teresa Almeida disse...

O ponto final não pode tardar.

graça Alves disse...

Não entendo esta eleição!
Haverá espaço para a esperança?
Bj

ana disse...

Aproximam-se tempos estranhos... regressão e tristeza.
Bj.

Olinda Melo disse...


Em um outro momento da História, não muito longínquo, o mundo experimentou de forma trágica as perigosas manias de um louco,
e não foi porque ele próprio não tivesse avisado.
Será que não aprendemos nada?

Abraço.

Olinda

manuela barroso disse...

Das duas , uma:
Ou não o levo a sério
Ou este bicho estranho se afunda , nos afunda...
Bji EF

Graça Pires disse...

É mesmo inquietante...
Uma boa semana, meu amigo.
Beijos.

Agostinho disse...

Tenho um pressentimento de que o colosso inchou tanto, hirto de presunção, que estilhaçará em milhões de pedaços, tantos quantos o aplaudiram na imbecilidade das suas bocas de primata das cavernas.

Graça Sampaio disse...

Como foram votar nesta besta?! Outras bestas como ele. É, de facto, assustador!

Chic' Ana disse...

Que venha o Hulk para acabar com o seu reinado! =)

Anabela Jardim disse...

O medo é grande, mas não devemos cair em desespero. De repente pode ter sido mais fumaça do que fogo. Aguardemos!!! Obrigada pela visita ao meu blog e volte sempre que sentir vontade.

Odete Ferreira disse...

Fui dizendo uma coisa ou outra sobre esta personagem.
Hoje, aqui, deixo-te com uma frase (mais correto, duas) que uma jovem me dizia sempre que lhe faltavam as palavras ou quando já não tinha argumentação "Não sei que lhe diga".
Já enjoei. Acompanharei, apenas, o essencial. E já é tanto!

Ailime disse...

Olá boa tarde,
E continua o descalabro...
Beijinhos,
Ailime

MJ FALCÃO disse...

Apoio sem reservas esse murro do Gigante bom....como diria, basicamente, o Trump "o gigante que faz mal aos maus"...