sexta-feira, 11 de novembro de 2016

LUZ DE OUTONO





num fascínio de crisálidas
a luz canta
os seus olhos na folhagem

mas no Outono
doi-lhe tudo

derrama sombras no chão
até a metáfora do seu corpo


Eufrázio  Filipe


21 comentários:

Marta Vinhais disse...

Mas até aí encontramos beleza...
Porque nada mente...
Beijos e abraços
Marta

ana disse...

Bonita homenagem.
Gostei do poema.
Bj

Fê blue bird disse...

Mais uma luz que brilha neste céu outonal.

Um beijinho

LuísM Castanheira disse...

como se o céu se abrisse e sois nascessem...

"... a luz canta
os seus olhos na folhagem."

Rogerio G. V. Pereira disse...

Sabes, Poeta?

nessa luz tão intensa
não percebo sombras, nem corpo

apenas lhe oiço o canto

Agostinho disse...

Quando a cama outonal
se renova a mil cores,
as dores:
"no outono doi-lhe tudo".

Contrariando a lei e a gravidade permanece(rá) a iluminar-nos as noites.

Abraço

Lucy Mara Mansanaris disse...

Olhares assim, a tudo ressuscitam.
Lindo demais, parabéns!

© Piedade Araújo Sol disse...



bonita homenagem num poema tão sentido e profundo

:(

Odete Ferreira disse...

Os teus versos fazem jus ao poeta.
Bjinho, Mar

Magia da Inês disse...

✿゚ه° ·.
Muito lindo!!!

Bom domingo!
Beijinhos.
✿゚ه° ·.

Janita disse...

No Céu outonal mais uma Estrela ficará brilhando eternamente.

Beijinhos, Poeta.

Almma disse...

Que encanto...

Graça Pires disse...

As árvores também choram. O outono implora a memória das palavras mágicas do poeta. Uma bela homenagem.
Uma boa semana, meu amigo.
Um beijo.

manuela baptista disse...

o tempo certo para um blue rain coat

so long Leonard

Cadinho RoCo disse...

Maravilhoso! Sentindo outono de vocês com nossa primavera.
Cadinho RoCo

Majo Dutra disse...

Uma luz singular e brilhante
que nunca deixará de cintilar
pelos seus trabalhos perenes.
A tua homenagem está original
e é muito louvável...
Abraço, Mar.
~~~~~~~~

Tais Luso disse...

Muito bonito, o outono é renovação!
Uma estação intermediária, mas de igual valor.
bjs

Teresa Durães disse...

Lindíssimo!

jrd disse...

Um poema que canta bem o cantor-poeta.
Um abraço

Ailime disse...

Um poema magnifico!
A luz que jamais deixará de brilhar.
Beijinhos,
Ailime

graça Alves disse...

Pequeno, simples e bonito!
bj