segunda-feira, 28 de novembro de 2016

LÁGRIMA SOLTA






Quando a estátua
deixou de ser estátua

eu vi

uma lágrima solta
nos olhos
da pedra

Eufrázio Filipe

2013

17 comentários:

Agostinho disse...

Belíssimo!
Quem ousa pôr em causa o puro milagre da poesia? O poeta é o profeta.
Abraço.

LuísM Castanheira disse...

a metamorfose no sentir do poeta...
e a matéria vive.

Laura Ferreira disse...

que bonito!

Isabel disse...

Muito bonito:)

Boa noite:)

Marta Vinhais disse...

E sentiu....
Lindo...
Beijos e abraços
Marta

Teresa Almeida disse...

Há quem sinta a poesia das pedras.
Beijinho.

Rogerio G. V. Pereira disse...

Lágrima?
Pérola!

graça Alves disse...

Tãoooo lindooo!!!
bjs

LUIS MILHANO (Lumife) disse...

Ficou triste por deixar de ser quem era...

Abraço

Emília Pinto disse...

Aqui uma " lágrima" de uma estátua de pedra; quando " deixou de ser estátua " a lágrima caiu e com certeza não foi de emoção, foi de desalento, de tristeza. O homem chora, lágrimas correm do seu rosto, embora as haja de todos os tipos; há as tais " lágrimas de corcodilo " cujo significado, confesso nunca entendi, pois estes animaizinhos, terriveis, só pela luta pela sobrevivência, merecem mais a nossa estima do que alguns RACIONAIS, terriveis por....nada
E quando este humanos deixam de ser estátuas, deixam de ser de pedra, as lágrimas caiem, lágrimas sentidas que lamentam a irracionalidade daqueles que, de tão empedernidos, não são capazes de chorar. Poucas, mas profundas estas tuas palavras, amigo. Obrigada! Um beijinho
Emilia

Ailime disse...

Uma estátua viva e um poema muito belo.
Beijinhos,
Ailime

Odete Ferreira disse...

Nunca é tarde para sentir!
Aplauso para a arte da tua escultura!
BJ 👏

© Piedade Araújo Sol disse...

um dia apareceu uma está tua no meio da praça
ninguém soube como foi lá parar
os velhos juram
que tinha uma lágrima que corria nos dias de temporal...

:)

jrd disse...

Um pequeno enorme poema.
Sublime.

Abraço meu irmão poeta

Lune Fragmentos da noite com flores disse...

As estátuas também choram...

Um beijo
(sensibilizada pela tua boa amizade)

redonda disse...

Gostei.

A* disse...

Este poema está belíssimo.
:)
Beijinhos