terça-feira, 10 de novembro de 2015

GARATUJAS ( 6 )


                                                     Aceitei o desafio do meu neto para escrever uns textos como se fossem garatujas 


Oli - tenho uma novidade. 
O avô tem um espaço rural para nós. Não é muito grande mas dá para todos. 
Queres vir? 

A quinta tem portão? 
Tem mas não é para te prender é para os outros não entrarem. 

Quando vamos à quinta?
Quando despontar uma nesga de sol. 
Então vamos amanhã. Ontem à noite quando ladrava para o céu, vi uma estrêla a brilhar nos meus olhos. Foi o sinal, porque nem todas as estrêlas olham para mim. 

E foi assim.
No dia seguinte lá fomos a caminho do paraíso. 

eufrázio filipe 

                                 

10 comentários:

Rogerio G. V. Pereira disse...

Boa, poeta
o paraíso é um sítio
paradisíaco

já lhe apresentaste o Dique?

Janita disse...

Começo a afeiçoar-me ao Oli!
Acho que ele primeiro estranhou mas agora entranhou o sentido poético do Avô e o gosto do neto pelos espaços rurais, abertos, perfumados pelas flores silvestres, onde se pode olhar o firmamento cheio de estrelas a brilharem só para ele.
Vai ser bom vê-los correr e saltar pelos caminhos de terra batida, ao som do chilrear dos pássaros.
Isto promete!!

Beijinhos ensolarados!

Emília Pinto disse...

Amigo, desculpa só agora aparecer. Já há muito deveria ter vindo agradecer a visita ao Começar de Novo, mas se lá fores saberás o motivo da minha demora e ausência. Virei aqui sempre que puder para comentar as tuas " Garatujas ". Muito obrigada. Um beijinho e até sempre
Emília

Diana Fonseca disse...

E que bela viagem deve ter sido.

anamar disse...

Não me faças chorar EF... , que estou a ser avó em início de carreira.

Belo.

Bj

Ana Tapadas disse...

A novidade...agora...sabes qual é!


bela viagem.

BJ

jrd disse...

Que bom saber ler nas estrela o dia que se anuncia.

Abraço fraterno

Ailime disse...

Há sempre uma estrela guia!
Bjs
Ailime

Agostinho disse...

Um paraíso sem teias e nem parras.

O puto deve estar orgulhoso do avô.
Ou será o avô que...
Não falando do Oli que é o herói da fita.

© Piedade Araújo Sol disse...

paraíso na terra...

ainda existem.

:)