quinta-feira, 26 de novembro de 2015

BEIJÁMOS AS PEDRAS





Lá onde todos os azuis
se reúnem para cantar
e os olhos cegam
num espelho de águas
dulcíssimos
nem sempre acontecem
pautas de timbres

mas tu trazias no corpo
um rasto de asas

na voz um sinal
que despertou contidos silêncios
vírgulas pestanejadas

e foi assim

quando soltaste os pássaros
neste jardim de corais

em pleno voo
beijámos as pedras


eufrázio filipe
 

30 comentários:

Sónia M. disse...

"Lá onde todos os azuis
se reúnem para cantar"

um poeta desfaz silêncios
e dá sentido ao voo dos pássaros...

De uma enorme beleza
este poema.

Beijo

Rogerio G. V. Pereira disse...

Ler-te
e desejar
que
voltes a publicar

É que perder isto num teu arquivo...

Arco-Íris de Frida disse...

E foi assim...

GarçaReal disse...

Lindo este poema.

Obrigada pela partilha

Há sempre contidos silêncios prestes a soltar seu grito

Bjgrande do Lago

Andrea Liette disse...

Há de despir-se de magia para encontrar a poesia e quebrar o silêncio. Sempre arável e fecundo este mar. Gostaria muito de sua visita, sempre bem vinda e ressonante.

Um abraço.

Miss Smile disse...

Tão bonito!
Amar é como ter um pássaro pousado no coração. Nunca se sabe quano levantará voo...

Um abraço

Maria Eu disse...

Quando há asas e pássaros, há sonhos!
Lindo, MA!

Beijos. :)

Sandra Louçano disse...

Belo, belo, belíssimo.
Gostei muito do seu dueto, poema e imagem
Fica um beijo.

ruma disse...

Bonjour. Vos œuvres est superbe.
Salutations en provenance du Japon. ruma

Suzete Brainer disse...

O voo libertário é sempre belo,
comovente e poético na revolução
do sentir...
Bravo, poeta (mestre) das metáforas!

Adoro a tua poética,fico feliz (alguns anos)
acompanhando, lendo e apreciando...

Bjs.

meus instantes e momentos disse...

muito bonito. Bom de ler e reler...

Marta Vinhais disse...

Há silêncios e sonhos a despertarem para a vida...
Lindo...
Beijos e abraços
Marta

Ailime disse...

Muito belo!
A felicidade a acontecer na libertação dos pássaros.
Bjs
Ailime

Majo disse...

~~~
Intensa beleza, sensual e encantadora...

~~~ Magnífico talento, Poeta amigo. ~~~
~ ~ ~ ~ ~ ~ ~

lis disse...

Pássaros em voo e um 'rasto de asas'
_ é bonito !

Jaime Portela disse...

Soltar os pássaros, gozar a liberdade...
Excelente.
Caro Eufrázio, tenha um bom fim de semana.
Abraço.

manuela baptista disse...

foi assim e é bonito


um abraço

Agostinho disse...

Mirei de cima abaixo de "olhos cegos"
E foi assim, de baixo acima, as virgulas
num timbre de morte, fizeram o poema.

Superlativo em metáforas carregadas de sentido. Que bom sentido!

anamar disse...

Belissimo.

Gostava que escrevessem para mim este poema.

Poetas, precisam-se.

Beijinhos

mz disse...

Belíssimo!

As paixões transformam todas pedras.

Bom domingo.

Teresa Durães disse...

Um belo poema, diria, uma pintura em palavras!

Sou o que sou disse...

Belíssimo compor, parabéns!
Excelente semana, lu.

Almma disse...

E foi assim e que assim seja...

JANE GATTI disse...

A sinestesia de azuis cantantes e vírgulas pestanejadas me encantou. Belo poema. Abraços. Boa semana.

Graça Pires disse...

Trazer no corpo um rasto de asas. Estar onde todos os azuis se reúnem para cantar... Não falta nada no poema, amigo.
Um beijo.

Vieira Calado disse...

Boa noite!
Gostei do poema.
Com o mistério que também faz a poesia.
Saudações poéticas!

addiragram disse...

As pautas e timbres emanam do poema

© Piedade Araújo Sol disse...

há pedras que merecem beijos (nus)

muito belo!

:)

filomenafonseca disse...

Soltaram-se os pássaros com imensa alegria,é bonito ver pássaros a voar,no entanto,quando são as andorinhas a fazerem os ninhos à nossa porta,ui ui,como eu odeio isso!! http://cenasemaiscenas29.blogspot.pt

Odete Ferreira disse...

Os anjos também se materializam...
E a harmonia faz-se!
Ler-te e deslumbrar-me, eis o motivo por que venho...
Bjo :)