quarta-feira, 15 de abril de 2015

NOTÍCIAS DA BABILÓNIA






A Babilónia, os babilónicos, Hammurabi, recriados com o olhar atento do Manuel Veiga, conduzem os seus textos de intervenção política e social, oferecem-nos uma prosa deliciosa, poética satírica, onde revemos da sua escarpa, um país que é o nosso, à beira-mar betonado. 

Democrata impoluto, sem verdades absolutas mas fortes convicções, o meu amigo tem motivos e chão para desbravar novos textos, nesta Babilónia que promete à saciedade, alternâncias conhecidas de poderes, até ser outro dia. 

Com talento, palavras em carne viva e outras metáforas - Manuel Veiga construiu e revelou um painel onde a ficção subscreve a realidade. 

Como não podemos mudar de babilónicos, só ajudar, fico na minha escarpa a aguardar o teu inesgotável e acutilante fio de meada. 
Nós merecemos. 

Abraço fraterno. 





11 comentários:

anamar disse...

Bem o merece...

Bem que tinha pensado estar presente...

Gostaria de passar. Veremos.

Abracinho.

heretico disse...

Caro Eufrázio Filipe, meu irmão.

és um caçador de metáforas e relâmpagos. que conseguiu o "impossível" de levar a poesia para a política. e deixaste por essa e outras múltiplas razões a tua indelével impressão digital na argamassa da nossa vida colectiva.

porque sei que não és de elogio fácil guardo as tuas palavras com carinho e amizade.

fraterno abraço

Manuel Veiga

Majo disse...

~
Um dia iluminado para vós, já que eu não vou poder estar.

~~ Conto com a «Ana Mar» para contar-me como foi. ~~

Que sejam horas brilhantes, de convívio muito agradável.

~~~~~~~Beijo amigo~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
.

Rogerio G. V. Pereira disse...

Serei um não-ausente

E o principal penalizado
por não lhe poder dar um abraço

jrd disse...

Estarei a teu lado, na tua escarpa, a sentir a magia das palavras do nosso grande Amigo e irmão Manuel Veiga.

Um abraço fraterno

Nidja Andrade disse...

Nós temos um longo caminho a ser percorrido, assim como você também tem. Aprendemos nossa lições pelo caminho. Atingiremos a sabedoria.
Excelente texto.
AbraçO

CÉU disse...

Concordo, inteiramente, com o seu texto, mas, olhe que, neste caso, são precisos muitos fósforos.

tb disse...

Pelo que me foi dado ler, na sua página do facebook esse livro é uma delícia.
Parabéns a ele e a nós que merecemos. :)
Abraço

Agostinho disse...

Já tinha visto lá no sítio onde mora o ceifeiro de serviço. Pena que não possa deslocar-me.

EU disse...

Um escrito que poderia ser o prefácio, Filipe!
Que seja um momento de encantamento, de partilha e de cumplicidade!
:) :)

Lune Fragmentos da noite com flores disse...

Merecida, a homenagem. Lindo momento de cumplicidade e amizade.