sábado, 14 de dezembro de 2013

O NATAL VAI COMEÇAR



                                         
                                  
                                



O Inverno faz as pessoas recolherem às cavernas para melhor se amarem.
Sacode-se nas árvores penadas, inventa polícromos arco-íris, manifesta-se quase lúcido contra a perfeição, faz trejeitos ao rosto. Ri-se nos olhos de toda a gente.
Lá no alto, por cima das nuvens de chumbo, levanta a voz dos relâmpagos e às primeiras pancadas de Molière, abre o pano. Vem ao palco e anuncia:

- Senhoras e senhores, a fábula " é uma pintura onde podemos encontrar o nosso retrato " .
- Que dia é hoje?
- Silêncio.
- Senhoras e senhores, meus amores pequeninos, ides assistir à mais fabulosa história da minha estação.

As luzinhas furta-cores são as mesmas. O mesmo barro, o mesmo pinheiro, o mesmo musgo, as mesmas pedras. A mesma estrelinha na carapinha do mesmo presépio. O mesmo rebanho, os mesmos pastores, a mesma palha, o mesmo bafo.

Ides ser cúmplices dos animais, dos anjos que vão cair pelas chaminés nos sapatinhos dos meninos ajoelhados  - até ao momento em que um qualquer galo cantará.

Lá fora as ruas estarão um sonho - até nos olhos colados dos outros meninos, na montra dos céus.

Tudo será luz nas casas iluminadas, nos corações vibrantes, menos nos olhos sem abrigo.

- Senhoras e senhores - vai chover. Amai-vos uns aos outros.

Eu sou o Inverno e o Natal vai começar


 

32 comentários:

www.amsk.org.br disse...

Você é lindo e o seu Natal de fato já começou.

bjs nossos

Sónia M. disse...

Feliz Natal!
Beijo

Sónia

Laura Santos disse...

Só que o Natal é apenas uma repetida encenação para alguns,começa e acaba num instante mesmo para os que o celebram.
Para muitos outros nunca existiu nem existirá.
Um texto muito bem escrito, e com muita originalidade.
xx

Rosa dos Ventos disse...

Haverá falta de luz e falsa luz em muitos sítios! :(

Abraço

jrd disse...

Pois que sejas bem-vindo Inverno, nessa tua maneira original de começar o Natal.

trepadeira disse...

Tudo é o mesmo, até outro galo cantar.

Abraço,

mário

JP disse...

Um Feliz Natal que está aí...


Abraço

Lídia Borges disse...


Há um doce-amargo, mais amargo que doce...

Mas, sim! É um espectáculo!

Beijo

Cristina Cebola disse...

Eu ainda creio que um dia, todas as casas vão estar iluminadas, e todos os olhos vibrarão ao abrigo da alegria.
Senão de que valeria esta permanência, em estado de sufoco?

Feliz Natal, agora e sempre!

Abraço!

O tempo das maçãs disse...

O ano começa e termina sempre igual.Realmente faz falta quem faça diferença, mas ainda assim... feliz natal.

ana disse...

Não sei dizer nada, talvez porque o Natal para mim é diferente.
Gosto do Natal mesmo após ter perdido alguma magia.
Beijinho. :))

Pedrasnuas disse...

É bom fazer parte desse cenário...das luzes, das cores,dos risos das crianças...dos velhinhos....é urgente ter esperança, é urgente o calor humano ...é urgente um Natal de Sonho....

Abraço Natalício

anamar disse...

De uma beleza lúcida...

Beijo

Ailime disse...

Lindo! E é aos olhos sem abrigo que se torna urgente devolver o Natal. Bj AIlime

Silenciosamente ouvindo... disse...

Há de facto Natal para uns e
não-Natal para muitos, não só
em Portugal mas em muitos outros
países.
Bj.
Irene Alves

Graça Sampaio disse...

Apesar de tudo, eu gosto do Natal. E também gosto do seu texto.

Bom Natal, mar arável!

Magia da Inês disse...

♬♪ ⋱ ⋮ ⋰
♬♪ ⋯ ✰ ⋯
♬♪ ⋰ ⋮ ⋱

Sei que nem tudo são sonhos mas gosto de acreditar que as pessoas são mais amáveis e mais doces nessa época do ano... deveria ser o ano inteiro, mas isso para mim é a melhor parte do Natal.

O dia mais doce e luminoso do ano está se aproximando... que a esperança em fazer o bem para o próximo se renove em nossos corações a cada dia que falta!...
Boa terça-feira.
Beijinhos.
Brasil
♡♡⊱°•.¸

GL disse...

Haverá mais chuva neste Inverno. O fogo-fátuo marcará presença.
O tecto é utopia.
Senhores, avancem. O vosso Natal chegou.

Vento disse...

"- que dia é hoje?..."

hoje é Inverno
e o natal é um privilégio da poderosa minoria social - os cada vez mais ricos -

para os outros, a maioria, [os sem ou, com um bocadinho de sorte, ainda algum abrigo] o natal é uma estalada sem mão, quase um insulto.

eu gostava de saber dizer das coisas que doem, como tu...

Festas Felizes, Eufrázio.

beijo.

AC disse...

Eufrázio,
Tens toda a razão, o rei vai nu.

Abraço

© Piedade Araújo Sol disse...

e que assim seja, que o amor não seja só uma palavra...

:)

Tétisq disse...


gosto do Inverno, o Natal é uma das coisas boas que nos traz

quem és, que fazes aqui? disse...


Bom Natal, Mar!

Beijinho

Ana Tapadas disse...

Festas felizes!

Beijo

Bell disse...

Boas Festas =)

A. disse...

A Luz!... Tudo parece resumir-se ao brilho!... Não compreendo o medo da Luz. Compreendo. Não aceito o medo da Luz e abomino a intensidade do brilho!... Quase odeio o pai (natal. E os pais (os tais), que esperam quem os substitua!...

Ainda é cedo para o "Feliz Natal"... mas não devia ser!...

Amanhã, desejo-lhe um Natal CONDIGNO!...

Abraço

Mateso disse...

...o mesmo mundo, o mesmo respirar, o mesmo olhar, o mesmo tempo...desencanto, , dor, humilhação.. mas o Homem renasce neste tempo... há esperança, deve haver esperança porque somos afeto, tanto, Senhor!
Feliz Natal e um beijo com afeto

www.amsk.org.br disse...

É tempo de ler as linhas da mãos, com sabedoria e altivez,
com humildade e discernimento.
Se a sorte te visita,
não a deixe fugir,
Se a tristeza te acompanha,
te esforça para recordar os momentos felizes,
a sabedoria sempre encontra o caminho,
a serenidade sempre recobra os sentidos,
a magia sempre ilumina a alma
o céu te protegerá por teto,
as estrelas por manto,
e que a liberdade seja sempre gaiola aberta
a guiar serenamente,
as estradas que se abrem.
Porque são nas linhas da tua mão
que se contam as vitórias,
que se tece o tempo,
que se constrói o presente
que se aprende com o passado
que se colhe o futuro.


Nevo Bersh e Lacho Krechuno

(Feliz Natal e Próspero Ano Novo)

Olinda Melo disse...


Bem.Teimo em querer acreditar nesta data, nesta quadra, e na máxima do Poeta ´Natal é quando o homem quiser'.

E todos os dias aqui é Natal.
Um texto como o seu é um presente precioso.

Obrigada, Mar Arável.

Abraço

Olinda

Branca disse...

Ja´aqui tinha deixado um comentario mais elaborado, mas por qualquer motivo nao ficou.
Agora deixo apenas o meu desejo de que apesar de tudo ainda aconteça Natal e um sinal de esperança no coraçao dos sem-abrigo e no de todos nos.

Beijos

Rogerio G. V. Pereira disse...

Venho de longe
E sou um rei mago
Neste teatro
sou de barro
E a barro hei-de voltar
quando o teatro acabar

Venho de longe
E sou o rei mago

Menina Marota disse...

Natal és tu
Natal sou eu
Natal somos nós
E eles, e eles…
Natal é sempre que dás a mão
Natal é perdão
É Amor, alegria, sofrimento e dor...
Natal é sempre que ajudas alguém
aquele com um andar oscilante,
com uma lágrima constante,
por um caminho diferente…
Natal foi ontem
Natal é hoje
E, será amanhã…


Natal é quando o homem quiser.
O Inverno é, quando a meteorologia o permite!

Um abraço

Um abraço