terça-feira, 26 de junho de 2012

FAÚLHA A MINHA NOITE



                                               Almada Negreiros


Quando se alumiou
a noite
estava mais escura
que o negro dos teus olhos

Lá onde os céus têm estrêlas
itinerantes
a sombra candente
de um traço
moveu-se como pêndulo
projectado no chão

desorganizou o tempo
o ritmo das marés

mas os teus olhos
continuam a ser
uma faúlha

a minha noite





39 comentários:

Vítor Fernandes disse...

É tão bom ter um farol. Ou dois!

www.amsk.org.br disse...

As vezes os ritmos da maré precisam se alvoroçar e as vezes é imperativo que o tempo pare.

bjs de todas nós

trepadeira disse...

Uma faúlha basta para iluminar o caminho.

Um abraço,
mário

JP disse...

Uma noite iluminada, ainda que por uma simples faúlha, é sempre melhor que uma noite escura!

Abraço

Lídia Borges disse...

No binómio luz/sombra reside a essência do poema, da vida, mais sombra do que luz, nos céus das nossas estrelas.

Um beijo

Sandra Subtil disse...

E o caminho se ilumina...
Beijinho

Rita Freitas disse...

"a minha noite"

Bonito!!

Bjs

lino disse...

Estamos a precisar urgentemente de muitas faúlhas para iluminar esta noite!
Abraço

jrd disse...

Como um clarão nos céus da tua noite.

Abraço

Fernanda disse...

Belo. Poeta!

Silenciosamente ouvindo... disse...

Adoro este quadro. A poesia como
sempre excelente.Bj.Irene

São disse...

Que jamais se apague a faúlha

Beijo

Nilson Barcelli disse...

Gostei do ritmo das marés desorganizado.

Abraço.

ana disse...

E não é uma noite qualquer, Eufrásio, é uma noite estrelada.
Parabéns pelo poema. :)
Bj.

heretico disse...

belas faúlhas de uns olhos faiscantes.

magnetismo a pertubar o tempo e... a traçar a rota.

abraço, caro Eufrázio.

R. disse...

olhos de noite luminosa :)

R. disse...

PS: soberba a escolha de Almada Negreiros!

BRANCAMAR disse...

Poesia bela e de um estilo muito próprio e sensível, a que já nos habituou.

Beijos.

OutrosEncantos disse...

a tua noite

uma faúlha
de uns olhos que te são
mais que estrelas

tão lindo, Mar.

Carlos Ramos disse...

Noite iluminada. Bela composição. PArabens. Abraço

maria joao moreira disse...

muito bonito! também as palavras podem ser faúlhas numa noite escura! gostei de te ler, adorei os amantes de negreiros!

manuela baptista disse...

negros iluminados

a sua noite

Anónimo disse...

Almada e os amantes sem dinheiro...
deixam faúlhas onde passam, os poemas, as artes de amar!
Obg pela companhia que me tens feito, tu e os amigos comuns.
da bettips

Isabel disse...

Muito lindo o poema e a imagem escolhida (também já a coloquei no meu blogue).
Um abraço

Pata Negra disse...

Desta vez não vou cair na contradição de dizer que não comento poesia e depois estar para aqui a contrabalançar-te os versos. Digo-te apenas que esta noite irá parir um dia e digo-te mais - para contradizer o teu mar que traz sempre água:
um abraço em chuto

OceanoAzul.Sonhos disse...

Uma faúlha que ilumina a noite, a dos olhos.
Muito bonito.

abraço
cvb

Sónia M. disse...

Traços que desorganizam o tempo e o ritmo das marés...belo poema!

Beijo
Sónia

Brown Eyes disse...

lindo poema.
Beijinhos

... a cada instante ... disse...

"Quando se alumiou a noite" Arrebatador!!!

Gostei muito deste poema.
Abraço.

mfc disse...

Que olhos lindos esses que te fazem sorrir tanto!!
Um abraço.

© Piedade Araújo Sol disse...

o poder de um olhar!

beij

Parole disse...

Os olhos como faróis de orientação...

Beijos.

Rogério Pereira disse...

Muito bom
esse acordar

O dia é o final inevitável
de uma noite,
tão escura
quanto os olhos dela

ana disse...

Mar Arável,
Tão bonito o comentário que deixou e fraterno.
Alguns têm esse dom da poesia, conhecem o som do mar.:)
Beijinho.

tulipa disse...

Uma noite iluminada,
seja por uma estrela
ou por uma simples faúlha,
é sempre melhor
que uma noite escura!

Por aqui
convido a visitar
"Os meus Pensamentos"
com imagens dos arrozais perto de Chiang Mai, na Tailândia.
No outro, dos meus
"Momentos Perfeitos" um filme
acho que, no futuro gostaria de sentir-se como personagem desse filme,
que fala de pessoas que acabaram de passar à reforma...
e, mais não digo!
Venha espreitar.
Beijinho

Justine disse...

Um luminoso poema de amor!

tecas disse...

Uma noite...iluminada pela noite de um olhar como um farol no coração!
Excelentemente belo.
Beijinhos.

Maria Campos disse...

Olhos negros que brilham, iluminando-nos como estrelas que nos inundam de amor...

Muito bonito, Mar Arável!

carlos pereira disse...

Quando na noite a luz dos olhos do amor ressalta na alma do poeta.
Gostei.
Abraço.