terça-feira, 17 de abril de 2012

LÁBIOS EM FLOR





Em Abril
tudo floresce a prumo
no jardim das memórias

Aqui tão perto
breve e desfolhada
no gorjeio dos afectos
há muito que não te expunhas
assim
pétala a pétala
numa paleta de cores
a despontar timbres
em campânula
a caminhar por sobre as águas
de novo criança
vento e mar
nos mesmos lábios em flor


43 comentários:

Maria disse...

Em Abril todos os lábios se abrirão em flor
prontos a receber o beijo que Maio irá trazer!

Beijo.

Catarina disse...

Um poema muito bonito.

:.tossan® disse...

Lábios que te quero a qualquer tempo! lindíssima!

trepadeira disse...

Um carinho este poema.

Um abraço,
mário

Justine disse...

Cravos vermelhos abertos em sorriso no rosto de todas as mulheres corajosas!

São disse...

Abril será a flor cujo fulgor vai brilhar em Maio.

Um abraço

Alice disse...

Em Abril até as palavras parecem mais bonitas.

R. disse...

E que floresça a beleza, que floresçam os amores e que floresça Abril sempre. O Abril da Primavera e a primavera da nossa democracia.

mundo da lua disse...

em abril já se pode sentir saudades...



lindo poema...mar...

Rogério Pereira disse...

Abril
A memória das flores
De todas as flores

De novo crianças

mfc disse...

Um poema de lábios sedutores e aprazíveis!!

BlueShell disse...

Em abril froresce o sonho de reconquistar a liberdade....perdida!

Bj
BS

BRANCAMAR disse...

Abril, assim florido e sensual...a despertar a força do amor, que poderá ser também Universal...

Abril tem sido uma forte inspiração neste espaço de poesia.

Beijos

Sônia Brandão disse...

Tempo de florescer.

Abraços.

Sónia M. disse...

...e a flor expõe-se ao sol, à chuva e ao vento, para que possa florescer...em Abril...em Abril sempre floresce!

Beijo
Sónia

OutrosEncantos disse...

há mares...
e Mar

Mar de ir e voltar

há jardins
flores meninas
que o vento fecundou

sopro, brisa, respiração
... todas as cores numa paleta feliz

beijo, Mar

ღα૨gѳђ ખ૯૨ท૯૮ઝܟ disse...

A sensualidade de suas poesia me encantou.

Beijo

tecas disse...

Em Abril, sorriem as flores e florescem os sonhos. Lindo e muito bem escrito o seu poema.
Apesar deste Abril gélido, pelo menos por aqui:)
Beijinhos.

Lídia Borges disse...

Tudo é possível num "jardim de memórias" onde "tudo floresce a prumo, desde que seja Abril.


Um beijo

Jota Effe Esse disse...

Estes lábios em flor poderiam muito bem ser lábios em fogo! Meu abraço.

manuela baptista disse...

tudo parece novo de novo

a memória e o espelho


um abraço

ana disse...

Mar Arável,

Flores sempre pois fazem sorrir os amores.:)

Muito bonita esta Flora, criança renovada todos os anos.

Em Abril também choveram cravos de esperança, agora um pouco murchos...
Beijinho.

Maria João disse...

De Abril se faz memória e história de pétalas rubras que ainda florescem, se quisermos.


Um abraço

Sonhadora disse...

Na memória das flores...renasce sempre um Abril.

Um beijinho
Sonhadora

Irene Alves disse...

Para as pessoas de esquerda o Abril
será sempre ABRIL!!! Por mais que
o aniquilem, e como o estão a fazer
há-de haver sempre quem o recorde.
Há-de haver sempre quem lembre essa
madrugada maravilhosa...
E eu gostei das palavras e da
imagem neste seu post.
Um beijinho
Amigo de Abril
Irene Alves

Ana disse...

...o renascer dos afectos nas memórias em flor ...

Beijo *

heretico disse...

em Abril, todos os milagres...

belo, Poeta.

abraço

elvira carvalho disse...

Em Abril, ou em qualquer outro mês, este poema será sempre lido com emoção.
Um abraço

Olinda Melo disse...

Quem plantou Abril na primavera? Mês de todos os renascimentos, da mãe-natureza à efervescência dos sentimentos, do sentir poético ao ressurgir filosófico. E nós, banhados em águas-mil sentimo-nos lindos, puros e renovados. Prontos para apreciar as coisas simples e boas da vida. Se assim não é temos de fazer por isso...

Imagens sugestivas.:)

Abraço

Olinda

© Piedade Araújo Sol disse...

lábios em flor e cheiro a abril e a primavera.

bom fim de semana.

beij

Genny Xavier disse...

Poeta,

Em abril todos os perfumes do jardim da alma...todo néctar para o beijo delicado do colibri...veludo em pétala para o toque do amor...

Belo poema!

Beijos.
Genny

mel disse...

É sempre tempo de renascer...

Belo!

Bjs

nacasadorau disse...

No jardim das memórias, moro.


Beijo

Sandra Subtil disse...

abril, abril...
todos os lábios clamam por um novo florir...
Abraço

Eva Gonçalves disse...

Abril, memórias mil... :)

VÉU DE MAYA disse...

Lábios em flor-bela expressão da vida e da liberdade que a torna mais forte e feliz.

abraço,

Véu de Maya

Marta disse...

Há sempre cores a despontar, a brilhar, a caminhar sobre água...
Na esperança sem memória....
Lindo...
Beijos e abraços
Marta

Fê-blue bird disse...

Em Abril as flores cativam os poetas.

beijinhos

Sara disse...

Que Abril não se transforme num jardim de memórias, mas que floresça a cada dia, dentro e fora de cada um de nós.
Um abraço e uma óptima semana!

Rúbida Rosa disse...

Abril era sempre começo de cinza, até tu trazeres a rosa...

Abraço poético!

marlene edir severino disse...

De folhas caindo o Abril daqui
mas o céu...

De um azul indescritível!

Abraço!

Karl disse...

Viva Abril!

Hanaé Pais disse...

Caminhar sobre as águas como o Buda, e de novo criança.