quinta-feira, 29 de março de 2012

PRIMAVERAS







Gosto de ti em botão
serena glicínia
rainha pendente
arrebatadora sábia tangível
nos jardins desta ilha
rodeada de sonhos
por todos os lados

Gosto das Primaveras
na espuma das marés
lábios perdidos
na boca das sementes
em todos os apeadeiros da vida
mesmo que chovam relâmpagos
e os cães ladrem

mesmo quando faz sol
e o país rebenta
nas areias da praia
à míngua de trovoadas

Gosto de ti senhora


 

42 comentários:

BRANCAMAR disse...

E eu gosto da poesia que se faz por aqui, sempre de mensagem forte e tocante, "... ilha/rodeada de sonhos/por todos os lados".

Beijos

Rogério Pereira disse...

A terna, esperançosa e irrequieta
serenidade de falar
de se gostar

Rúbida Rosa disse...

e eu gosto das tuas belas metáforas marinhas!
Lindos versos...

Dilmar Gomes disse...

Gostei da criação poética.
Um abraço.

www.amsk.org.br disse...

Que poema gostoso de se ler.

bjs nossos

folha seca disse...

"mesmo quando faz sol
e o país rebenta
nas areias da praia
à míngua de trovoadas"

Chegará o dia das trovoadas. Chegará!
Abraço
Rodrigo

trepadeira disse...

Em botão,como algo que vai abrir-se quando vier a trovoada.

Um abraço,
mário

© Piedade Araújo Sol disse...

e a água deu lugar aos sonhos que transbordam ternura numa ilha abandonada.

sempre a mesma qualidade!

um beij

anamar disse...

Li-te em voz alta, como gosto.
Um dia declamo-te do príncipio até ao fim... (quase)... :))
Beijo (s)

Lídia Borges disse...

Os verdes que faltam noutros prados...


Um beijo

lino disse...

Gostava de outra Primavera em Abril!
Abraço

Will Carvalho disse...

não tenho muito a dizer a não ser
que poema forte!

Gostei desse lugar!

Mel de Carvalho disse...

Tb tenho glicínias - são belas, na verdade. e belo (como sempre), este poema

Eufrázio, meu amigo, tenha uma Santa Páscoa - parto para outras paragens onde as glicínias não florescem ainda ... o frio ainda comanda a hora de lá.

Abraço daqui
Mel

Rita Freitas disse...

Gostei das Primaveras na espuma das marés, gostei deste poema arrebatador sábio tangível nos jardins desta ilha...
Beijos

Flor de Jasmim disse...

Caro Eufrázio
Os relampados que rembentaram em abril e que nos fez florir.

beijinho e uma flor

ana disse...

Um belo hino à Primavera!

Sabe há em toda a sua poesia algo que a atravessa.
Os pássaros e os cães fazem sempre parte do cenário poético.
Interessante!
Beijinho.

Hanaé Pais disse...

Muito bem!
Já são poucos os homens que valorizam uma verdadeira senhora...
O brilho da ostentação, esconde muitas vezes as pseudo-senhoras.

mfc disse...

A ternura do amor dita de uma forma lindíssima!
Fizeste com que sorrisse muito!

jrd disse...

Mesmo quando esquiva, é sempre bela.

Dois Rios disse...

Lindo como as espumas das marés esperando as ondas para, então, se refazerem, "mesmo quando faz sol e o país rebenda nas areias da praia."

Beijo,
Inês

p.s. Retribuindo, ainda que com bastante atraso, a gentileza da sua visita.

Cristiano Marcell disse...

Muito bem escrito seu poema!

Muita paz!

Vítor Fernandes disse...

Senhora colorida de lilazes e rosas e puros brancos. E salpicada de papoilares vermelhos.

carla disse...

Lindo poema onde tudo nasce,onde o sol brilha e deixa as glicinias lindas ,adoro essa flor,adoro a primavera
Deixo um beijo e bom fim de semana!

Carla Granja

http://paixoeseencantos.blogs.sapo.pt

Sam Seaborn disse...

"Gosto das Primaveras, na espuma das marés, lábios perdidos na boca das sementes em todos os apeadeiros da vida mesmo que chovam relâmpagos e os cães ladrem"

Também gosto... delicadas e belas palavras.
Bom fim-de-semana

Sandra Subtil disse...

E eu gosto de o ler...
Beijinho

samuel disse...

Incondicional...

Abraço.

manuela baptista disse...

e que senhora ao ouvir assim

senhora

não se chama ilha primaveras sementes e solta as trovoadas?


um abraço

Fátima Laouini disse...

Olá mar:) Adorei.
Deixo-lhe aqui um link muito mini que também se pode dizer primaveril:) Bom domingo

http://aefectivamente.blogspot.pt/2012/03/violet.html

Canto da Boca disse...

Senhora, uma, esta, que andam a maltratá-la, mas sempre se veste de uma esperança vermelha, em abril...

Justine disse...

E eu gostei do teu poema!

Sara disse...

E eu gosto do poema, senhor.
Uma ode merecedíssima a uma bonita e alegre senhora, que faz o meu (nosso) gaúdio.
Um abraço.

BlueShell disse...

Os teus textos t~em o condão de me prender, e me cativar ..leio e releio...e me deleito. Obrigada, E te agradeço também as visitas e palavras. estou em atraso mas a minha "estúpida gripe" deixou-me com o trabalho em atraso a gora ando a esfolar-me para colocar tudo em dia.

Desejos de uma excelente semana...
BJ

Eva Gonçalves disse...

Gosto deste poema, das estações que se repetem, dos cravos e chuvas de Abril e das Primaveras com P maiúsculo. Beijo e boa Páscoa

Fernanda disse...

Gosto de ti Senhor e muitíssimo mais de como poetisas.

Feliz Páscoa

Beijo

mundo da lua disse...

Gostar? Sim gostei dos teus pensamentos

R. disse...

Belíssima manifestação de um bem-querer incondicional.

Magnífico! :)

irene alves disse...

Também gosto muito da sua poesia.
E do desenho.
Um beijinho
Irene

Fê-blue bird disse...

Quem não gosta desta delicadeza de palavras e imagem.

beijinhos

Sonhadora disse...

Como sempre aconteceu poesia...maravilhosamente adornada de Primaveras.

Um beijo
Sonhadora

Maria Campos disse...

Arrebatador!

OceanoAzul.Sonhos disse...

Gosto da beleza da simplicidade das palavras em flor, dos mares e da chuva.

Gosto de o ler.
abraço
cvb

The Alchemist disse...

é o Alentejo :)