sexta-feira, 2 de março de 2012

À HORA DO ENTARDECER





As mãos não são para dar
mas nós crescemos de mãos dadas

ainda hoje

quando o vento sopra
deciframos sons por gestos
dedilhamos acordes
vergamos remos
contra o uivo
no bojo dos barcos

de mãos dadas

nos oráculos do mar
povoámos bancos de areia

apeadeiros

onde vigilantes
repousam aves apócrifas
que se levantam
à hora do entardecer


35 comentários:

Rogério Pereira disse...

De mãos dadas
que se cumpra o poema
e que todas as aves
irrompam à hora de madrugar

folha seca disse...

"Com mãos tudo se faz..."
Abraço

www.amsk.org.br disse...

Se apenas tivesse escrito:
aves apócrifas, já teria feito todo o sentido pra mim.

bjs meus

trepadeira disse...

De mãos dadas sem dar as mãos,...

Um abraço,
mário

M. disse...

..e o encontro... à hora do entardecer...


Beijo.Me

jrd disse...

À distãncia de um gesto as mãos soltam as aves.

Abraço

Irene Alves disse...

Gosta muito da hora do entardecer.
Gosta muito da sua poesia e das
imagens e gosto muito do Seixal.
Beijinho
Irene

poetaeusou . . . disse...

*
voguei
no teu poema,
rumo ao ocaso . . .
.
estreitas maresias,
deixo,
,
*

Sopro Vida Sem Margens disse...

Como darás a mão meu amor?
Dá-la-ás disfarçadamente uma na outra
Acercando-se das minhas
A uma distância entre a minha vontade
E o excesso em que me advinhas
Como uma ave apócrifa
À hora do entardecer…


Beijos Poeta
e bom fim de semana

Vento disse...

é muito bela, a sua página.
vou seguindo.
abraço.

MJ FALCÃO disse...

Uma poesia muito bela, com uma imagem linda!
E muitas respostas em verso...De facto, o português é um povo de poetas.
Que pena que os não deixem ser - voar!- e lhes cortem sempre as asas...
Abraço

Fernanda disse...

Sempre se mãos dadas, o rosto sorri num grito de vida.

Beijo

Pata Negra disse...

A minhas mãos são tão minhas e, no entanto, nada valem se não as der...
Um abraço com a mão a fundo do braço

Evanir disse...

Que o amor seja nosso único vício, multiplicado pelo número infinito,
tenha o total igual ao das estrelas no céu ou de gotas de água no mar,
e seja dividido em nosso santuário de paz.
*Everson Russo*Meu Filho*
O amor realmente é a unica força capaz de mover o mundo
nos dias de hoje pouco se fala de amor .
Tudo que mais vemos é guerra pelo poder estamos
vivendo um mundo violento muito longe da paz que tanto almejamos.
Um lindo e abençoado final de semana.
Beijos de paz e luz..
Evanir...

BRANCAMAR disse...

Pois que toda a vida seja um dar de mãos, assim, na inspiração do mar...

Beijos
Branca

mfc disse...

... mas eu adoro andar de mão dada!
Sempre!

ana disse...

Gostei muito deste poema "de mãos dadas".

Não há nada mais caloroso que as mãos.
Bj. :)

Parole disse...

Os bancos de areia não são muito seguros...

Bela poesia como sempre.

Beijinho.

Fernanda disse...

Voo e sopro-te

Beijo

Mar Arável disse...

Fernanda

Um dia escrevi
Sopro-te e voo

manuela baptista disse...

depois largamos,
as mãos

se não, como remaríamos

sopra o vento, aqui

um abraço

carla disse...

Com as mãos dadas tudo parece mais fácil!


Bom fim de semana e se desejares passa pelo o meu blog ,obrigada

Carla Granja

Lídia Borges disse...

Só de mãos dadas se domará o vento no vai e vem das vagas.


Um beijo

Sandra disse...

Lindo de sentir....
Abraço

Canto da Boca disse...

E num belo poema, resgata-nos a ancestralidade, do tempo que nos comunicávamos com sons inaudíveis, gestos, sinais e risos; e mãos dadas circundando o tempo, sobrevivendo ao vento, às intempéries, de mãos que não eram para se darem, e se deram...

intimidades disse...

lindo

Bjinhos
Paula

Graça disse...

Saudades de ler-te, assim, de mãos dadas, na beleza das tuas palavras.

Beijo, Poeta.

mariam disse...

Maravilhoso! Como sempre. Adorei.

beijinhos :)
mariam

© Piedade Araújo Sol disse...

de mãos dadas

com o vento

e a sentir o aroma de mar

de entardecer

se faz poema

gostei!

um beij

OUTONO disse...

...falamos com mas mãos...

Excelente!!!

Abraço!

Justine disse...

As aves, o voo, a água, as mãos dadas - por estes caminhos respira a tua poesia

Sara disse...

Nunca tinha tomado verdadeira consciência do verdadeiro significado desta expressão "de mãos dadas" até ler este poema. Obrigada por isso.

R. disse...

E quando se dão as mãos multiplicam-se esforços e vontades. As mãos que não se podem dar, dão-se afinal unindo-se.

Um abraço.

Sônia Brandão disse...

E a vida segue de mãos dadas.
bj

mundo da lua disse...

A hora mais bela para se embebedar com as coisas do mundo...