quinta-feira, 8 de abril de 2010

PELA BERMA DOS TEUS OLHOS





Levantámos âncoras
libertámos o pó das azinhagas

e foi assim

a bordejar caminhos
que as gavinhas cresceram
enclavinhadas nas nossas mãos

Muito para lá da erosão do tempo
folha ante folha
ainda há um barco que se ateia
contra o vento
um pássaro que resiste
e se demora nas arribas

nos mesmos sítios onde vertiginosas
se desmoronam as palavras

pela berma dos teus olhos





37 comentários:

Maria disse...

A beleza das tuas palavras já não me espanta. Comove-me, sim.
E hoje falamos de olhos e de olhar....

Beijo

anamar disse...

Quase
em lágrimas...

beijos meus

Sonhadora disse...

Que beleza de poema.


nos mesmos sítios onde vertiginosas
se desmoronam as palavras
pela berma dos teus olhos


Lindo

Beijinhos
Sonhadora

tb disse...

palavras que me/nos adentram os olhos...e me deixam sempre a meditar
beijinhos

maria manuel disse...

contra a poeira e o vento dos caminhos, o desmoronar das palavras, é possível prosseguir viagem, porque existe a "berma dos teus olhos" - que belo isto! que belo poema!

beijo.

Graça Pires disse...

As palavras demoradas na berma de um olhar. Um poema tão a seu jeito: muito belo.
Um beijo.

gabriela r martins disse...

desteço o novelo que o teu poema deixou escorregar pelos meus olhos//naus


belíssimo ,como os demais




.
um beijo

Ana Lucia Franco disse...

Olá esse é um dos poemas belos que tenho lido na internet.O vocabulário é muito rico e as imagens expressadas são tocantes..

Mel de Carvalho disse...

Estimado Eufrázio,

comentava ontem com uma amiga e sua leitora que, indubitavelmente, a poesia que aqui neste espaço se lê é, aliás como já lhe referi "n" vezes, de um elevado calibre literário aliado a uma delicadeza no trato da palavra e da imagem,incomuns hoje em dia, que vivemos o fast-food de tudo, a começar pela feitura bloguista de poesia: "plástica", não raras vezes, e, hoje, Eufrázio, chego, leio e, uma vez mais, lhe digo:
Bem-haja. O Eufrázio é um senhor. Um poeta de que me orgulho ser leitora de há muito tempo (anos já) e de quem aguardo, impacientemente o próximo livro ... só força maior me impedirá de estar a aplaudir de pé.

Um fraterno abraço
Mel

PS: recentemente com alunos, estive a [re]flectir a mente po.ética ... disse-lhes que há quem sirva a poesia: esses são os poetas genuínos e os outros, aqueles que se servem da poesia, os tais "fast-food's"... o meu amigo serve a poesia, sendo, como é, um homem livre. Serve-a, porque a respeita.
De novo bem-haja.
Mel

lino disse...

Lindíssimo.
Abraço

partilha de silêncios disse...

Gosto dessa sensação de libertar o pó das azinhagas !! e sentir aquele cheiro a sol quente e a silvas, com amoras.

bjs

alice disse...

é sempre bom encontrar reconforto nas suas palavras. um beijinho.

Graça disse...

Um 'senhor' [como aqui foi dito]...no saber dizer... nunca sei comentar o belo que aqui encontro.


Beijo

maré disse...

que bela fotografia a crescer nos meus olhos Eufrázio...
"muito para lá da erosão do tempo"
são tantos os barcos
a festejar o voo dos pássaros

lindo!

beijos

Ana Paula Sena disse...

Não baixar os braços, nunca desistir... dito isto em poesia belissima (e interpretado por mim) :)

Um abraço.

Menina Marota disse...

Os olhos da alma... tantas vezes escondidas... em palavras de encanto.
É sempre um prazer renovado ler-te.
Beijo e bom fim de semana:)

Justine disse...

Exaltante, o dizer deste caminho a dois feito de tempos e de conquistas e de abismos e de salvação!

Barbara disse...

IDENTIFIQUEI-ME COMPLETAMENTE.

Isabel-F. disse...

Uma maravilha este poema.

Parabéns.

bjs

Lena disse...

Poesia que me deixa sempre reflectiva...
Gostei da foto, fez me relembrar "minha" Nazaré..

Beijos

Jaqueline Sales disse...

Lindo!

Estar aqui é como ler trechos divinos.

Beijoooooooooooooosssss

bons temposhein disse...

No vórtice do tempo.
abraço

Virgínia do Carmo disse...

As palavras, às vezes, são ruínas.

Um abraço

A.S. disse...

Verticais e intimas
nem as palavras
resistem
ao precário sabor
das coisas!

Obrigado. Um abraço!
AL

tulipa disse...

E...finalmente a Primavera começou, não só no calendário - hoje esteve um belo dia.

Votos de um belo fim de semana com
«Momentos cheios de calor, sol e amor».

Obrigado pelas palavras simpáticas.

legivel disse...

... o sempre renovado prazer de por aqui passar e descansar os olhos em tempo de qualidade poética.

pin gente disse...

foi um momento de verdadeiro prazer.

um abraço

mundo azul disse...

_________________________________


Por vezes, apenas a lembrança de um olhar, nos motiva a seguir andando...

Mais um poema, que realmente vale a pena ser lido!Curvo-me ante o seu domínio com as palavras.



Beijos de luz e carinho...


_________________________________

Fa menor disse...

Há sempre alguém que resiste... que se demora em contemplações.

Bjos

Brancamar disse...

Os teus poemas tornam-se difíceis de comentar, pela forma como encerras neles toda uma forte vivência.
No silêncio do olhar está quase sempre contida toda a expressão da vida interior...assim...sem palavras.

Beijos
Branca

antonio - o implume disse...

Pela berma dos olhos estamos protegidos de maus olhados...

São disse...

A tua poesia agrada-me sempre.

A foto é magnífica.

Boa semana.

Delirius disse...

Oh Mar..., eu não deveria, talvez, dizer isto, mas..., sempre que te leio tenho este instinto, talvez péssimo de, depois de te ler a primeira vez, sim porque preciso ler-te muitas vezes, achar que o mais importante tu não escreveste e só quem te conhece bem sabe descobrir a chave dos teus poemas, faz-me alguma "inveja" (passo a expressão) não te conhecer, para ser capaz de te entender. Não sei comentar-te, sem compreender-te. Não sei dissociar o sentir da técnica do saber...
Já passei aqui muitas vezes, saio sempre frustrada...
Beijo.

heretico disse...

olhos que são caminho. por vezes destino...

belíssimo poema, meu caro Poeta.

abraços

Maria João disse...

E ficam,transbordando tantas vezes. Sim, as palavras, que aqui crescem e se elevam, numa escrita que de tanto, nada mais se lhe acrescenta, para além do que se sente, ao lê-la.

Um abraço

Clarice disse...

Intenso.
Abraço e boa semana.

G... disse...

BELO o sentimento
BELAS as palavras que o descrevem
Em absoluto RESPEITO E DESLUMBRE, segue-se o silêncio.
Para as não perturbar,na berma que estão dos teus olhos....
G...