terça-feira, 27 de outubro de 2009

PRESO DE UM BEIJO



Quando chegas de mãos dadas
a rasgar neblinas
não fosse a obstinação
de olhar um desejo
já os barcos ardiam
na fímbria do mar
gestos mastros velas
até a âncora que me solta
nas metáforas

Quando chegas sem nome
cúmplice da água
não fosse o cântaro de barro
te afagar os lábios
para matar a sede às palavras
já teríamos criado outro deus
na inconsistência das salivas


Quando chegas
como se fosse a primeira vez
se não fosse
tudo seria inútil no teu corpo
mas eu continuaria preso
de um beijo


Quando chegas?




22 comentários:

Rosângela Cunha disse...

É maravilhoso amar como se
fosse sempre , a primeira
vez!

hfm disse...

Como uma cantata.

gabriela disse...

Lindo!!
:))

A Senhora disse...

Um beijo que arrebata os momentos, que faz desejar os sussurros, que espera os toques e o corpo quente.
E a espectativa - quando chega?

bjs

Maria disse...

Bela explosão de sentidos...

Beijo

JPD disse...

Belíssimo poema.

Quase me atrevo a repetir um título de Pedro Paixão: «NOS TEUS BRAÇOS MORRERÍAMOS»

Anónimo disse...

perfeito o movimento da "pergunta".



______________corpo da mais bela inquietação.




beijo. Amigo.



(piano)

Graça disse...

Comentar os teus poemas é um acto de repetição crónica: lindo!


Um beijo com carinho

anamar disse...

Uauh!!!
que sufoco...
Abracinho
:))

Teresa Durães disse...

a esperas... os reencontros...

Virgínia do Carmo disse...

sublime...

Deixo uma vénia

e uma salva de lágrimas...

Beijinho

Virgínia

CCF disse...

Um desejo quando se exprime assim com tanta força, costuma ser satisfeito. Bom de ver que o tempo não apaga essa força.
~CC~

intimidades disse...

fantastico

Jokas
Paula

Lena disse...

A foto esta espectacular...
o poema ardente
Um mar de prazer

Ja chegou ?

beijos

maré disse...

nós de nós

inútil perguntar como se deslaça o enlace
há amarras cúmplices de uma sede que não acaba.

______

um cântico de água...
e uma brisa do deslocamento moliceiro :)

Chris disse...

A espera desse eterno beijo, na inspiração do poema...
bjs
Chris

utopia das palavras disse...

Chegará...pela insistência do Belo!

Beijo

Maria P. disse...

Belíssimo...

Bj.

Paula Raposo disse...

Que maravilha de foto!
Poema lindo!
Beijos.

jrd disse...

Solta-se o beijo.

gabriela rocha martins disse...

o confronto do

BELO


.
um beijo

( para que conste - a gabriela que escreveu o comentário supra não sou eu.... )

heretico disse...

sequiosas palavras. torrenciais. no percurso do Desejo...

belíssimo

abraço