sexta-feira, 12 de junho de 2009

MILITANTES DA VIDA

Alvaro Cunhal
Vasco Gonçalves

Eugénio de Andrade

A vida oferece-nos exemplos magnânimos de cidadãos íntegros que se evidenciam pela entrega a causas comuns e marcam gerações.
A 11 e 13 de Junho de 2005 - três militantes da vida, legaram-nos valores que são património inestimável para todos os amanhãs.
Presto-lhes esta modesta homenagem.
Não deixemos morrer os nossos mortos.

27 comentários:

Anónimo disse...

...militantes da vida, EXEMPLARES !!!

... que saudades !!! dos seus olhares, da sua presença ... e das suas mensagens !!!

Sempre presentes no quotidiano, lutar!!!

EL. - Abç

Maria disse...

A morte tem destas coisas: levou três Homens Enormes em três dias. Eternizaram-se!

Beijo

jrd disse...

De Homens com H grande falam outros Homens com H grande.

Justine disse...

Solidária com a tua homenagem, os três estão vivos naquilo que me legaram!

Sofá Amarelo disse...

Também aqui presto a minha homenagem e menciono o blog

http://nothingandall.blogspot.com

que complementa muito bem este post.

Um abraço!!!

Licínia Quitério disse...

Foi um ano em que foi ceifado trigo do mais são. E tanto joio que anda por aí a tentar ensombrar-lhes a memória. Sem êxito, que não o deixaremos.

Abraço.

Adriana disse...

esses militantes merecem...legal vc lembrar deles...exemplo pra nós!

Graça disse...

"Não deixemos morrer os nossos mortos"... tão belo, de tão simples e verdadeiro!

Não deixemos, então______


Beijo meu

oasis dossonhos disse...

Junto-me à homenagem. Homens admiráveis.
Abraço
Luís

looking4good disse...

Boa lembrança. Figuras grandes do país que às vezes teima em querer mostrar-se pequeno. Obrigado pela sua visita e comentário.

anamar disse...

Há VERDADES que nunca morrem...
:))

Graça Pires disse...

A minha homenagem e admiração também.
Um abraço.

Meg disse...

Sem dúvida dois Homens que da lei da morte se libertaram.
Continuam vivos na nossa memória, e isso é muito importante.

Um abraço

mdsol disse...

Ainda bem que há quem não se esqueça.

:)))

pin gente disse...

há um povo que diz que as pessoas só morrem quando deixam de ser faladas ou lembradas. concordo com eles!
abraço
luísa

utopia das palavras disse...

São flamas que em nós continuam vivas!
Uma luz...no caminho!

A minha saudade!!!!

Obrigada, Eufrázio

beijo

vida de vidro disse...

Três referências, três desbravadores de caminhos. Estão vivos, em nós. **

heretico disse...

"pedras vivas". no edificio da Humanidade...

não morrem! continuarão a nosso lado!

abraço

Inês disse...

Oi!
Gosto muito do seu blog, e fiquei feliz com a sua presença no meu!
("Não deixemos morrer os nossos mortos"... )
Um abraço!

Teresa Durães disse...

uma bonita homenagem

martelo-polidor disse...

do primeiro lembro a genialidade dos traços e do terceiro o dom do verso...

maré disse...

porque é tão breve, tão breve o tempo dos Grandes?!...

bettips disse...

Homens Inteiros. Uma lição de vidas que recordaremos. SEMPRE!
Abç

Arabica disse...

Vivos nos nossos corações militantes de memória.


Abraço

Maria Valadas disse...

Uma bela e justa homenagem, aos homens que gritaram pela liberdade.

A minha voz.... esteve com eles e continurá...

Bom final de semana.

Beijos.

Menina Marota disse...

Associo-me, assinando por baixo.

Um abraço.

mariabesuga disse...

Há mesmo mortos que nunca morrem!...

Junto-me aos abraços que fazem homenagem aqui... por estas razões aqui expressas que não preciso repetir.

O meu abraço