quinta-feira, 2 de abril de 2009

O PERFUME DAS TUAS MAÇÃS

Andrzej Malinowoski
(recolhido pela Gabriela r. martins)


Subi a árvore mais esguia
só para ver
a eternidade de um instante
aprender como rebentam
as flores nos teus olhos

De repente ouvi
um coro de pássaros
bordarem um hino
e eu não sabia
que a primavera rebentava
fulva
sem um barco à vista
um rumor de maresias

Fixei-te
como quem lambe
um destino
ofereci-te vagaroso neste chão
estimulado pela luz
o corpo exposto

até o meu cão de barro

só para respirar mais cedo
o perfume das tuas maçãs

38 comentários:

GMV disse...

Saio encantada, com tanta beleza poética!

"aprender como rebentam
as flores nos teus olhos"

[adorei esta imagem]

Bj

Sônia Brandão disse...

Lindo poema.
Gostei muito desta imagem: "aprender como rebentam
as flores nos teus olhos"
Um abraço.

maré disse...

quantas árvores precisamos subir
para perpétuar o instante?

...e imaginar barcos?.

.


até que um hino rebente no bico de um pássaro

.

______
muito belo, Eufrázio

Laura disse...

Lindo, quase senti o perfume delas.

Teresa Durães disse...

e subindo a essa árvore a aproximação é maior

utopia das palavras disse...

Um belo poema!

Exalando toda a sensualidade de um corpo exposto...!

Um
Beijo

mdsol disse...

Palavras soltas e intensas!
:)))

legivel disse...

... sopesou um e outro fruto. O fruto-fruto e o fruto-seio. Surpreendeu-se pelas semelhanças volumétricas - que não as cromáticas e corou ligeiramente por a mãe-natureza a ter assim prendado.
Chamou por Damião que tinha saido por momentos da imagem e perguntou-lhe «Qual dos dois queres?» Ele que não esperava tal dádiva não se arreceou da resposta «Quero os três!»
Garante quem viu a cena, que até o cão de barro de Damião, abanou o rabo de contentamento pela coragem do seu dono.

jrd disse...

Belissímo!
Acho bem que tenhas partilhado a árvore com o Dique.

Anónimo disse...

... eu que não sou de barro, feito,mas de outra sensivel matéria,das três maçãs lhes cheiro o perfume...

Ab. - E.L.

Anónimo disse...

Se eu fosse poetisa
presentar-te-ia com
o mais belo poema
em resposta a este lindo hino à
Primavera...à Vida...ao Amor!

Percorri longa distância
em terra arável
até encontrar teu Mar (Arável)
embarcar
rumar...e...
remar
até avistar
teu cão de barro.
Mas agora digo: valeu a pena!

princesa

Arabica disse...

Vagaroso chão no perfume das maçãs colhidas...


Um beijo, bom fim de semana :)

Justine disse...

A luz emana do quadro, fulgurante. Assim das tuas palavras.

alexa neves disse...

Mar arável passeio muitas e muitas vezes por aqui hoje decidi que era hora de lhe dizer como admiro as suas telas cheias de erotismo, pureza e sensibilidade .As palavras emanam beleza.
Ofereço-lhe um poema de Pablo Neruda


PARA QUE TÚ ME OIGAS...


Para que tú me oigas
mis palabras
se adelgazan a veces
como las huellas de as gaviotas en las playas.

Collar, cascabel ebrio
para tus manos suaves como las uvas.

Y las miro lejanas mis palabras.
Más que mías palabras son tuyas
van trepando en mi viejo dolor como las yedras.


Com um abraço

Sonia Schmorantz disse...

Belas palavras!
Um lindo final de semana para ti.
abraço

Meg disse...

Mar Arável,

É sempre um prazer passar para ler mais um dos teus belos poemas.

Um abraço

isabel mendes ferreira disse...

sem respiração. antes bordo aqui o meu aplauso.




sempre.


mesmo que mais ao sul.


beijo.


grato.


até breve.

Paulo - Intemporal disse...

e aqui a poesia é sempre em tom maior.

gosto sempre muito.

um abraço

vida de vidro disse...

belíssimas imagens poéticas. a luz fulva da primavera banha todo o poema. **

Marta disse...

...e um
moscatel roxo terá o sabor deste poema?

Não acredito :)

Lindo! Muito. íssimo.

Ana Paula disse...

A sensualidade que todo o poema emana, enebria o ar, tal como os perfumes doces duma enérgica primavera :))

É também muito doce a imagem.

Carla disse...

o aroma dos sentidos...na beleza das tuas palavras
beijos e boa semana

Licínia Quitério disse...

Uma sensualidade respirável.
Muito bonito.

Graça Pires disse...

Uma beleza poética encantadora.
Beijos.

gabriela rocha martins disse...

sem fôlego
apraz.me

reservar
.te
um lugar privilegiado


.
um beijo rendido

heretico disse...

cães cheios de sorte. que se alimentam de maçãs orvalhadas... rss

poema prenhe de rumores e maresias.
belíssimo.

abraço,meu caro Poeta

mariam disse...

Eufrázio,

_____________ BELO _________ .


Boa Páscoa!
um abraço e o meu sorriso amigo :)
mariam

PreDatado disse...

Lembro-me ainda do perfume das antigas maçãs riscadinhas. Um perfume que me veio à memória na beleza do seu poema. E nas maçãs dela.

Madalena S. disse...

Nem sempre aqui deixo apreciações, apesar de quase sempre gostar do que aqui leio. É uma questão de feitio, mais do que de defeito. Às vezes o que se diz é tão óbvio que para quê dizê-lo?
Mas hoje, por mais óbvio que o que tenho para dizer possa parecer, não posso deixar passar este belissímo O Perfume das tuas maçãs sem escrevinhar duas notas apenas: uma para agradecer pela poesia que aqui vai acontecendo no Mar Arável; outra para me associar a este desejo de subir às árvores mais esguias e aprender como nos rebentam flores nos olhos e como delas exala o perfume dos frutos ainda antes de o serem. Belissíma imagem. Talvez um dia eu consiga escrever assim.
Um abraço

Menina do Rio disse...

Delicioso! Qualquer coisa que eu diga a mais não exprime...

Um beijo pra ti

Paulo - Intemporal disse...

______________________________ e

porque o tempo é de reflexão

____________ faço uma p.a.u.s.a.

no efémero dos dias [...]

e deposito aqui votos de uma Páscoa feliz e amplamente renovada.

____________ um a.b.r.a.ç.o.

e tão breve serei outra vez presença, com amizade e devoção

[...]

______________________________ .

as velas ardem ate ao fim disse...

Do mais belo que já li.

abraço muito apertadinho

Maria P. disse...

É um prazer ler algo assim...
Obrigada.

Beijinho*

Ana Camarra disse...

Que bem cheiram estas maçãs...

beijos

Mateso disse...

O brotar dos sentidos.
Belo
Feliz Páscoa.
Bj.

Maria Valadas disse...

As minhas palavras singelas não foram aceites...

Mesmo assim, ouço o "coro dos pássaros"

BOA E FELIZ PÁSCOA.

Bjs

Tchi disse...

Aqui a rota da harmonia.

Feliz Páscoa.

Beijinhos.

Caçadora de Emoções disse...

Eufrázio,
Belissimo poema, bem como a imagem escolhida...

Uma doce Páscoa e muitos sorrisos :)))

Com saudades