quinta-feira, 9 de abril de 2009

NA PASSAGEM

Laura Tilinghast


Abro o pano

cai o pano

não existe pano

o tempo passa

trespassa

a passo

voa


para lá do azul

nem uma pedra

na passagem


30 comentários:

Maria disse...

Para lá do azul
o vento
apenas

Um abraço

Sonia Schmorantz disse...

Bela imagem e poema!
Vim desejar uma feliz e alegre Páscoa para si e sua família.
Um abraço

Anónimo disse...

Nesta passagem
nem uma pedra para uns
uma mantanha para outros
com pano
sem pano...

Bem que eu queria
ir para lá do azul!
....

princesa

utopia das palavras disse...

Transparências... mas para lá do azul, algo existe!

Feliz Páscoa

Um beijo

GMV disse...

Como gostei destas tuas palavras...

Beijos e boa Páscoa

jrd disse...

Não há pedra, só pó, o pano do pó, do tempo.
Muito bom!
Abraço

maria josé quintela disse...

o tempo.



sem pano.



beijo.

mariam disse...

Eufrázio,

as palavras. em azul. as bebo.

adorei!

um sorriso :)
mariam

Anónimo disse...

...abre o pano...cai o pano.. e a representação é muito má ! Porque os actores são péssimos !!!
" Pateada para eles"

Boa Páscoa..."companheiro"...

Ab. -E.L.

Arabica disse...

Poema de vento azul.


Um beijo.

anamar disse...

Por e pelos outros dias que não passei, a beleza das suas palavras e imagens que as acomppanham deixam sempre um brilhozinho nos olhos...
Boa Páscoa!

Luís Galego disse...

com a certeza porém que nunca cairá o pano enquanto estas palavras escritas e poéticas nos perturbarem...estarei a aplaudir de pé...

BlueVelvet disse...

Pode até cair o pano, mas depois não há pano, enquanto escreveres estas coisas lindíssimas.
Vim desejar-te uma Santa e Feliz Páscoa e depois da meia-noite passa lá por casa.
Tens um miminho para trazeres para a tua casinha.
Beijinhos

Véu de Maya disse...

Sonoro e belo...como as passagens leves e puras.

abraço e Páscoa muito feliz.

Véu de Maya.

Justine disse...

...mas é na água que as raízes se alimentam!

alice disse...

a tua passagem, no entanto, é notada por todos. um abraço e uma óptima páscoa. e um "obrigada" atrasado mas sincero. pela flor :)

mdsol disse...

Para lá do azul...
:))))

Ana Paula disse...

"...o tempo passa
trespassa
a passo
voa..."

Muito bonito. E verdadeiro. O tempo é um tema que me fascina.

Boa Páscoa! :)

legivel disse...

caminhar sobre as águas
é o seu destino
e as árvores sem mágoas
a fazer o pino

perdoai-me bom deus
s´isto é metafóra*
vou perdendo a fé
que as árvores agora
já não morrem de pé.



*Por causa de rimar com "agora"
.............................


Do poema, nem pedra ou pó se atravessem no seu caminho.

samuel disse...

E nem mais um pano para esconder o azul.

Abraço

Donagata disse...

Para lá do azul...

Só mesmo o Mar.

Arável ou não...

Marta disse...

para lá do azul...
o mundo.
este.

Graça Pires disse...

Para lá do azul... apenas aquilo que se faz sem medo de morrer...
Um abraço.

São disse...

Amigo meu, não há pano de facto...e daqui a pouco nem tempo!

Uma semana feliz.

gabriela rocha martins disse...

mesmo
atrás
do
pano
ajusto
o
passo
ao
teu
compasso
de
poeta



.
um beijo

Márcia disse...

Um encanto de palavras! Todos devemos procurar esse azul...sem pedras. bjs

Maria Clarinda disse...

Maravilha de poema . Foram lindos os momentos que passei lendo e (re)lendo os outros.
Jinhos

maré disse...

só um azul
oscilante
no vértice dos olhos

___
um beijo Eufrázio

heretico disse...

rasgar o azul. com a gládio do poetas insubmissos.

belíssimo

abraço, meu caro Poeta.

Laura disse...

E o pano caíu, e eu aplaudi...