segunda-feira, 15 de junho de 2020

A CASA É UMA MÁSCARA






Sincopada a chuva caía 
sacodia as folhas da cerejeira
acariciava o despontar das camélias
quando pressenti que estava
no avesso do tempo que faz

já tinha aberto as portas
mas tu entraste pela janela do vento

percorreste todos os silêncios da casa
em espirais vertiginosas
até pousares devagar
sobre a mesa do alpendre

trazias nos olhos um sol de mãos cheias
um certo cansaço no trinado da voz
longas maresias

afaguei-te a plumagem
à vista dos cães
e disse baixinho para não acordares

a casa é uma máscara

todas as casas são máscaras
que assustam os pássaros


menos a ti


eufrázio filipe

17 comentários:

" R y k @ r d o " disse...

Poeticamente sedutor de ler. As casas fechadas assustam os pássaros e, muitas vezes, quem lá mora, ;)
.
Uma semana feliz
Deixando uma 🌹

Cidália Ferreira disse...

Adorei o seu poema...Magnifico!:))

-
Acordo abraçada pela nefasta melancolia

Beijos e uma excelente Semana. :)

Graça Sampaio disse...

Lindo! Lindo!
O conjunto das aliterações, o encadeamento das palavras em suave melodia - muito bonito! (E romântico - adoro!)

Maria João Brito de Sousa disse...

Belísssimo poema, Eufrazio!

Forte abraço!

Rosa dos Ventos disse...

Bela metáfora!

Abraço

Gracita disse...

Uma composição poética esplêndida em fascínio e sensibilidade
Beijinhos

A Paixão da Isa disse...

bonito bjs

jrd disse...

Belíssimo poema!

Um grande abraço

Agostinho disse...

Já não estranho
entranho-me na excelencia do Poema, para não variar
Não pela porta
para onde concorrem os olhares
descarados desmascarados
que não enxergam pássaros
nem de frente

Entro na máscara de forma diferente
pela janela da cozinha
Presumindo resuminto

Abraço.

Graça Pires disse...

A casa é uma máscara. Nós somos máscaras num mundo todo ele mascarado...
O teu poema, belíssimo, lembra-nos que há sempre a poesia para sermos salvos.
Um grande beijo meu Amigo.
Um beijo.

Ailime disse...

Há casas que nos dizem tanto... apesar das máscaras que as envolvem.
Lindíssimo poema.
Beijinhos e bom fim de semana.
Ailime

© Piedade Araújo Sol disse...


e agora as máscaras
já fazem parte da casa

bom domingo
:)

Teresa Almeida disse...

A casa, longe ou perto, é sempre ninho escancarado. Gostei muito.

Beijos.

Janita disse...

As casas são refúgios
que nos protegem
dos males do mundo...
...mascarado!

Beijos e tudo de bom
Poeta que canta o
sonho alado.

Roselia Bezerra disse...

Boa noite de paz, Eufrásio!
"... Tinha aberto as portas
mas tu entraste pela janela do vento"
O amor arrebenta máscaras.
Tenha dias abençoados!
Abraços fraternos de paz e bem

manuela barroso disse...

Oh, mas tão lindo poema !
E sim ! A casa é uma máscara . Não esta que tem cheiro a mel !
Beijinho EF

teresa dias disse...

Belo poema!
Odeio máscaras.
Beijo.