sexta-feira, 30 de junho de 2017

À PROA DAS PALAVRAS





À proa das palavras
despertaram acordes
numa constelação de silabas
passo a passo

soltos de rimas e pautas
rasgaram margens e destinos
desaguaram cúmplices
nas paredes do mar

num beijo apertado
lá estávamos a povoar afectos
como se fossemos barcos e somos
à proa das palavras

Eufrázio Filipe


20 comentários:

Marta Vinhais disse...

Numa viagem de sentidos....
Lindo...
Beijos e abraços
Marta

Arco-Íris de Frida disse...

E descobriram que eram o próprio mar...

Impontual disse...

Gosto desta ideia: bastam palavras.

Rogerio G. V. Pereira disse...

Somos barcos
Sempre!

manuela baptista disse...

e somos,
pautas, rimas, barcos


um abraço

Cidália Ferreira disse...

Que bonito!!


Bom fim de semana
Beijo

Graça Pires disse...

À proa das palavras no barco que inventaste só para ti...
Um beijo, meu Amigo.

Rita Freitas disse...

Seriam barcos a trespassar paredes de mar povoando afectos.

Abraço e boa semana

Maré Viva disse...

As palavras são o mote que dá inicio à vida, são a própria vida, por isso estão sempre na proa. Há que saber manobrar o leme, e tu sabes!
Um abraço.

Bandys disse...

Muito bonito
as palavras soprando vontades
e desejos.
Beijos

Janita disse...

É à proa que palavras e afectos devem sempre navegar.
Assim, se desbravam mares e alargam horizontes.
Bela poesia.
Um beijo de admiração caro Poeta.

Ana Tapadas disse...

A imagem é bela. O poema uma maravilha.
Tão bom ler-te!

Bj

Majo Dutra Rosado disse...

Sim, são barcos amorosos com palavras especiais
que se vão esculpindo sempre na proa...
Belíssimo, EF!
Beijo
~~~

Laura Ferreira disse...

com as palavras estamos sempre seguros :)

jrd disse...

Cortar as ondas à proa das palavras.
Um abraço poeta

Odete Ferreira disse...

As palavras são arte. A mais bela e completa. Por elas, todos os caminhos são possíveis. Assim haja (excelentes) artesãos.
Por isso aqui venho. Para também estar à proa...
Bj, Filipe

Agostinho disse...

"À proa das palavras" é que nasce o sentido do sentir.
Belíssimo o sentido.
Abraço.

Ailime disse...

Assim se faz POESIA!
Beijinhos,
Ailime

AC disse...

Sem convenções, a melhor forma de navegar na vida...

Abraço

graça Alves disse...

Maravilhoso!
Um beijinho