segunda-feira, 29 de maio de 2017

ABRAÇO DE LIMOS


                                          Baía do Seixal



No movimento
das mais profundas águas
há palavras
que se envolvem
frementes em círculo 
no ouvido dos búzios

quando vêm à tona 
num abraço de limos
despertam em partículas
o coração das pedras 

nas paredes da casa
aprendem a escutar
os teus retratos


Eufrázio Filipte
"Chão de marés" colectânea - Lua de Marfim editora

13 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Poema muito bonito! Amei

Beijo de boa noite

Filhos do Desespero disse...

Uma belíssima foto da nossa baia a ilustrar um igualmente belíssimo poema

Forte Abraço :)

Agostinho disse...

Belíssimo, caro Eufrásio.
E ainda há gente que não acredita nestes movimentos.
E há gente que não sabe da gente emparedada em sua própria casa.
Abraço.

Majo Dutra disse...

Há, sim, palavras dessas especialíssímas...
Beleza pura num amplexo esperançoso...
Dias felizes
~~~~~

© Piedade Araújo Sol disse...

as paredes da casa estão cheia de segredos

a foto do Seixal está muito bonita

beijinhos

:)

Ailime disse...

Um poema lindissimo!
É na água que tudo começa e acontece.
Bjs
Ailime
(A foto está espectacular).

Sandra Louçano disse...

Que dueto perfeito :)
Fica um beijo com estima é amizade.

manuela baptista disse...

as paredes têm ouvidos,

como os búzios


um abraço

graça Alves disse...

É lindo!
beijinho

Olinda Melo disse...


Palavras que nos alimentam a Alma, num enleio
de abraços e afecto, fazendo das paredes
das casas um santuário para o nosso repouso.

Um abraço.

Olinda

Graça Pires disse...

"O coração das pedras" a deixar-se abraçar pelo limos. Os retratos em sobressalto nas paredes.
Uma boa semana.
Beijos, meu Amigo.

Sônia Brandão disse...

Palavras capazes de despertar o coração das pedras. Grande é o poder das palavras.

Abraços

Odete Ferreira disse...

O segredo do poeta está em saber ouvir búzios omnipresentes, omniscientes e omnipotentes.
Com uma arte sublime!
Bjinho