segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

O OLHAR DOS MASTROS





Em homenagem à memória
um dia deixarás
nos retratos do espelho
todas as pátrias inventadas

reconstruirás pedra a pedra
o arco das pontes
para os barcos navegarem
adentro por sobre as águas
num rio de azuis

sem margens
nem destino

Nesse dia
tudo fará sentido

até o olhar dos mastros


42 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Bom poema.
Um abraço.

Parole disse...

É o que esperamos... que um dia tudo faça sentido.

Bjs

Jane Gatti disse...

Muito feliz a imagem da desconstrução do estabelecido para reconstruir o sentido alargado e universal. Segundo Ferry (2010) é a única maneira de estar em contato com momentos únicos, de graça... Belas palavras: a poesia que invade a alma e nos leva à reflexão.

Rogério Pereira disse...

até o olhar dos mastros
até as bandeiras esquecidas

www.amsk.org.br disse...

os mastros,
os olhares.
a pátria inventada.

Belos olhos

bjs nossos

Simone Huck disse...

Alto, mastros...
Frios ou quentes?
Pronunciam ou anunciam?

Mastros. Amor... poesia.
S

ana disse...

Modigliani e a perspectiva do espelho na construção do que se deseja é uma imagem simbólica intensa. Lindo.
Bj. :)

AC disse...

Bem desenhada esta esperança, alimento primordial...

Abraço

folha seca disse...

"Nesse dia tudo fará sentido"
Há sempre um dia assim.
Abraço caro "artesão de metáforas".
Rodrigo

jrd disse...

Excelente!
Ah poeta, estaremos juntos e seremos muitos no alto da gávea!

Abraço

Licínia Quitério disse...

Será esse um outro dia "claro e puro".

Sopro Vida Sem Margens disse...

Um dia deixarás
que o silêncio envergonhado te seja o chão
que nas águas se instaure o cântico dos pássaros
Sem margens e sem destino
Gritando pelo calor das cigarras
Até sentires teus passos
a mergulhar debaixo d’água


Beijos Daqui :)

mfc disse...

Nesse dia tudo fará sentido...
Como desejo chegar a esse dia!!

Irene Alves disse...

O olhar dos mastros...e muito
eles viram...e muito teriam
para contar.
Um bj.
Irene

anamar disse...

Tenho andado afastada da poesia...
Hoje leio-te em voz alta.
Bjsssssss

VÉU DE MAYA disse...

Que bela utopia...com profunda textura poética.

Véu de Maya

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Que esse dia seja o dia chamado ESPERANÇA.
Como sempre sublime.

Beijinhos
Sonhadora

BRANCAMAR disse...

Sonhar com o dia em que tudo fará sentido, é um sonhar bonito e triste ao mesmo tempo, porque também eu sonho e já não sonhava assim há muitos anos...mas quando tudo voltar a fazer sentido os sonhos voarão muito mais alto que os mastros.

Beijos

Eduardo Miguel Pereira disse...

Desconstruindo realidades, se reconstroem sentidos.

Graça Sampaio disse...

Eu sei que gosto dos seus poemas. Só não sei comentá-los. Por isso pouco comento. Mas leio. E gosto.
Obrigada.

© Piedade Araújo Sol disse...

tudo fará sentido.

um poema grito.

belíssimo como sempre.

manuela baptista disse...

as pátrias olham-se ao espelho

reconhecidas nos poetas


um abraço

heretico disse...

... e estaremos juntos. de lume no olhar. nesse belo poema sem nome.

abraço, Poeta amigo.

Mel de Carvalho disse...

só os olhos elevados na extremidade dos mastros sabem da claridade dos dias - além (muito além) da nebulosa baixa símbolo da pequenez destes tempos.

gratidão, Eufrázio, pela sua poesia
abraço fraterno, meu amigo
Mel

Evanir disse...

Ter vc comigo é maravilhoso!
Obrigada pelo carinho e sua amizade .
Fico tremendamente feliz em receber sua visita no meu blog.
Todas as palavras deixadas me da uma força infinita
e vontade de lutar sempre.
Cada amigo (A) é uma preciosidade .
Cada pessoa é diferente uma da outra
cada amigo é uma bençao.
Ser amigo não é coisa de um dia.
São gestos, palavras,
sentimentos que se solidificam no tempo
e não se apagam jamais.
Uma beijo carinhoso paz e luz.
Evanir...
Dizer um bom poema é muito pouco é excelente adoro seus poemas .

Fernanda disse...

Espero esses dias com o olhar nublado postos no mar.

Beijo

Secreta disse...

Porque há um dia... em que tudo faz sentido!
Beijito.

Baby disse...

Esperemos confiantes que chegará o dia em que tudo fará sentido, mas não esqueçamos que pelo caminho muito haverá a construir e a reconstruir, como muito bem dizes no teu poema.

Abraço.

marlene edir severino disse...

Como num rio de águas azuis
adentras

aqui

Abraço, Mar!

Maria Luisa Adães disse...

E só nesse dia

tudo terá sentido!...

Abraço,

Mª. Luísa

ana disse...

Mar Arável aqui encontra Zeca Afonso e a homenagem prestada em Coimbra:
http://prosimetron.blogspot.com/

Zeca Afonso está sempre na memória de quem lutou pela liberdade e de quem tenta que esta não seja manchada...
Bj.:)

R. disse...

Porque a memória é fundamental para a compreensão. E também porque "navegar é preciso".

Um abraço.

Lídia Borges disse...

São as palavras velas e resistência nos mastros de todos os olhares.


Um beijo

Sopro Vida Sem Margens disse...

…em homenagem à memória
Escrever-te-ei também
abaixo do solo
na raiz mais profunda
Pedra a pedra num rio de azuis
Até o secreto retrato do tempo
Morrer em ti…


beijo daqui Poeta

elvira carvalho disse...

Que dizer? Gostei. Muito.
Um abraço e bom fim de semana

intimidades disse...

lindo

Bjinhos
Paula

Luna disse...

enquanto as memórias deixarem, tudo fará sentido...
belo poema

Pata Negra disse...

tudo fará sentido se fôr sentido como
um abraço

Canto da Boca disse...

A memória libertará a pátria acorrentada...

Sara disse...

Porque a reconstrução cria novos sentidos, mas também necessita deles para se concretizar. Um ciclo, afinal.
Obrigada pelos sopros de esperança que por aqui vai deixando.
Bom domingo.

OceanoAzul.Sonhos disse...

aguardemos esse dia, aquele em que tudo fará sentido, até lá, naveguemos em palavras...

abraço
cvb

Vento disse...

a lucidez do silencio é um assombroso tormento
bote em desvario,
mar adentro.