domingo, 21 de novembro de 2010

NATO - OS PREDADORES FUNDIDOS?


Como se fosse uma inevitabilidade a existencia da fome e da guerra
a falta de respeito pela diferença de género, culturas, tradições e pensamento - a colossal Nato reuniu em Lisboa, para anunciar ao mundo o que estava préviamente acordado nos subterrâneos da hipocrisia. - isto é - o seu reforço de intervenção militar, com recurso a uma nova geografia no terreno, partilha financeira e uma nova imagem branqueada da acção predadora dos E.U.A.

Por cá tudo bem - a avaliar como de modo próprio considero a "histórica" cimeira - com factos políticos da "máxima importância"
para a projecção internacional do nosso país - neste desconcerto de nações.
Verifiquei como alguns protagonistas se assumiram - tartufos, indecorosos e vassalos - almas penadas.
Eis alguns exemplos

Cavaco de mãos pedintes estendidas a Obama
Sócrates em corridinhas atrás de Obama
A filha do ministro na foto com Obama
A frustação da polícia por não ter de intervir
A tendência da Nato para um dia se declarar organização de caridade
O material bélico comprado sem concurso que não chegou a tempo da cimeira
O reforço da GNR no Afeganistão
A coleira de cortiça para o cão de Obama
A Europa ajoelhada
Os predadores fundidos


24 comentários:

trepadeira disse...

Os eunucos.
Vamos ter de arranjar coleiras mais resistentes,ou nós corrediços.
Um abraço,
mário

antonio - o implume disse...

Obama devia de vir cá mais vezes. O ridículo pode não matar mas sempre nos diverte.

Valquíria Oliveira Calado disse...

Nada falarei deste assunto por não o dominar, mas deixarei um abraço e desejo que tua semana de paz e luz.

Marta disse...

Esteve cá a nata da NATO.
Um trocadilho que não dá para rir...só apetece chorar.
Bom, de mencionar que ficou claro que no meio disto tudo ficou provado que temos um país seguro ou uma gente muito pacata.

Rogério Pereira disse...

Pergunta a "nova" NATO à ONU:
Para que serves tu?

alice disse...

confesso que a minha opinião do obama se afectou com esta visita... um beijo, eufrázio.

tb disse...

Os predadores fundidos para "fundirem os povos"... !
Triste mundo, que assiste impávido a tudo isto.
Abraço

Virgínia do Carmo disse...

Demasiadas encenações... e tão pouca transparência...

Outro abraço

Maria João disse...

De tudo, o que mais me entristece é o circo de hiprocrisia e vaidade.

Talvez tenha sido histórica...

Mas histórica já é a guerra permanente e tanta gente a morrer de fome, também, por causa dela.

Um abraço

jrd disse...

Nato(ral)mente, mas a maralha acredita.
Já era assim no tempo do Botas.

Anónimo disse...

"...fundidos"
confundidos...

..."perdidos"...
estão
os alvos
a que se destinam
as medidas
medidas à toa
e sem modelo
ajustado
ao que é justo
neste planeta "azul-acinzentado"!...

princesa

Sonhadora disse...

Meu amigo

A Europa ajoelhada
Os predadores fundidos

Uma verdade...que custou caro.

beijinhos
Sonhadora

Meg disse...

Ópera bufa!!!
... que vamos pagar com língua de palmo.

Beijo

Justine disse...

Os natos hipócritas a que estamos sujeitos!
A vergonha de estarmos a ser governados por sabujos rasteiros!
"A Europa ajoelhada" é uma definição verdadeira e assustadora

lino disse...

E os basbaques no aeroporto, em Belém, em São Bento, na Expo, em...
Abraço

carlos pereira disse...

Caro Eufrázio;
No nosso caso, vassalos incompetentes de joelhos perante os poderosos.
Gostei do seu texto, oportuno e corrosivo.
Um forte abraço.

maria manuel disse...

subscrevo.
abraço.

ana disse...

Gostei da ideia predadores fundidos.
Valeu!
Boa tarde!
:)

São disse...

Essa da foto da filha de Amado com Obama é a metáfora perfeita para os jogos de influências e interesses que nos atabafam e corrompem o país!!

Um abraço.

Clarice disse...

Esse teatro existe desde o tempo das cavernas: se você fingir que não joga a pedra em mim eu finjo que não tenho uma escondida destinada a você.
No mais, é precisoarranjar um modo de entregar dinheitro aos floreistas, aos manobristas, aos hoteleiros, aos donos de cias de seguros, aos policiais, aos fabricantes de armas...

Não vou esconder o susto de procurar poesia e encontrar essa dura realidade.
Abraços e que Portugal resista!

Cristina Fernandes disse...

Revejo-me nas tuas palavras, a paz não tem que ser assegurada por outras formas de guerra...
Beijinho,
Chris

Licínia Quitério disse...

Absurda esta cimeira. Ouvi (ou entendi mal?) que o problema da Nato agora é a falta de inimigo. Ora o que fazer àquela estrutura colossal de meios e homens, i.e. de oceanos de dinheiro? E então? Porque não andar por aí mundo fora a ajudar a construir democracias? Como no Iraque que destruiram, ou no Afeganistão com um governo de narco-traficantes? Porque não? A cimeira histórica em solo lisboeta. Vergonhoso, ridículo.

BRANCAMAR disse...

Aplaudo o texto e concordo com tudo.
Os donos do mundo continuam a impõr a sua forma de fazer a guerra e os negócios da paz(?) e a Europa mantem-se subordinada.

Como diz a Maria João a hipocrisia perante a fome e os grandes e verdadeiros problemas da humanidade.

Beijos
Branca

© Piedade Araújo Sol disse...

no coments.

beij