segunda-feira, 10 de novembro de 2008

O DESASSOSSEGO DAS MARÉS

Despedida

Emergimos das águas fundas

até a luz quase perfeita

chover nas nossas línguas

soltamos o corpo

inventamos espaços para voar

mordemos os lábios

em pleno voo

para libertar a sombra dos pássaros

e num toque fugidío

que ainda hoje espuma

caímos dos céus

com a chuva

Na verdade

hoje não queremos

salvar o mundo

apenas celebrar o desassossego

das marés

23 comentários:

isabel mendes ferreira disse...

em pleno voo o meu beijo.


à espera das "flores".

Maria disse...

E no desassossego das marés eu celebro a vida...

Um beijo

maré disse...

e nas margens de mar

búzios acesos

de lua

um voo de água

suspenso

da boca

______

beijo...de sal.

maré

intimidades disse...

as vzes o desassossego faz-me falta LOL

Jokas

Paula

mariam disse...

Eufrásio,
não vai embora, pois não?!

belíssimo este poema... celebrando a VIDA!

um grande abraço
e um sorriso :)

mariam

Graça Pires disse...

inventamos espaços para voar... para celebrar o desassossego das marés. Belíssimo poema.
Um abraço.

Utopia das Palavras disse...

E nas marés soltas
viajantes...
confrontamos adamastores
e no conforto
do mar manso
sempre...
retornamos...!

Um beijo

Ausenda

jrd disse...

Neste Mar, a maré (-cheia) da poesia.

hora tardia disse...

e o meu livro???????




espero!

maria josé quintela disse...

o ciclo do desassossego.




beijo.



(já há livros?)

heretico disse...

maré(s) alta(s). por aqui...
plenas da melhor poesia.

abraço, Poeta.

Bandida disse...

o livro já saíu do "acidente"?... é absolutamente imperdoável!!!!!

nem imaginas os diversos "acidentes" que temos tido com a Papiro Editora, para além do Chiado.

um forte abraço!!

Donagata disse...

E salvêmo-lo.

O desassossego das marés.
Beijos

Cadinho RoCo disse...

E as marés têm tanto a nos dizer.
Cadinho RoCo

Teresa Durães disse...

radiante a força das marés que nos transportam

Laura disse...

gostei deste desassossego...

hfm disse...

Só o título é, em si, um poema, Belo.

hora tardia disse...

abraço enorme.

!!!!!
.


.


tanto.

Clara B disse...

um desassossego que nos sossega

.

mnemosyne disse...

Paralelas as asas sobre as asas...

Beijo

TINTA PERMANENTE disse...

Uma maré... cheia!...
Perfeito!


abraço!

Caçadora de Emoções disse...

Eufrázio,
Um poema que nos liberta para vivermos as emoções na sua plenitude...
Magnífica imagem, com sensualidade e erotismo q.b.
Fique bem.

Um grande abraço e mais sorrisos :)))

pin gente disse...

que com as tuas palavras ficaram muito bem celebradas