sábado, 8 de dezembro de 2007

NOITE DE LUZ












És bela de tão pouco

noite de luz

branca

ondulada

à saída dos corais

nas águas lavadas

que fremem espumas



Vejo-te clara

ao longe

e já te sorvo macia

nos caminhos da praia



Oiço-te pé ante pé

a marulhar

salivas desmaiadas

no sítio das areias



És bela de tão pouco

noite de luz

branca

quando tentas desvendar

no secreto coração das aves

o melhor destino dos lábios



sobretudo no fogo

os relâmpagos

onde se deitam




18 comentários:

Maria disse...

Excelentes os relâmpagos...
...macios os caminhos da praia...

hora tardia disse...

vi. assim. no Senegal.


belo. impressionante.



como o "DEMAIS".





BOA NOITE.

Palavras ao vento disse...

O poeta escreve divinalmente.. como sempre!

Bom Domingo.
Beijo

un dress disse...

bela és na explosão descontrolada

no mergulho dos sentidos

abismados

de luz


.



beijO

Maria P. disse...

A imagem impressionante.
As palavras fazem-nos caminhar, sentir um caminho...excelente.


Abraço*

jrd disse...

A incandescência das palavras.

Graça Pires disse...

A noite. A praia. O mar. O "coração das aves
o melhor destino dos lábios". Gostei do poema
Um abraço.

mnemosyne disse...

Um arroubo que ascende a prumo faz da noite uma aurora...

Anónimo disse...

De facto,
uma noite de tempestade
pode transportar-nos para o melhor dos ninhos.
Inacessível...
Palco de entrelaços na nudez das almas
iluminados pela pureza
da verdadeira Natureza...
que nos delicia e inspira!

Parabéns a quem entrelaça tão bem as pavavras, propiciando a cada leitor um sentir único!
princesa

gabriela r martins disse...

belo

o compasso

a espera

valeu a pena

.
.

um beijo

samuel disse...

Todos temos as nossas "noites em claro".
Quando são assim belas, valem por dias...

CCF disse...

Bela a luz desta noite.
~CC~

Licínia Quitério disse...

Teríveis e deslumbrantes são os incêndios das noites.

Beijo.

gabriela r martins disse...

psiu!

onde

andas?

.

melhor

por

onde

navegas?


.

um beijo

São disse...

"No secreto coração das aves" vive o amor infinito pela liberdade!
Abraços.

vermella disse...

Unha tormenta de luz nocturna trasládanos ó noso interior máxico(polo menos a mín),precioso poema de luces exploxivas e incendiarias.
beijo.

São disse...

Bom resto de semana!
Saudações!

herético disse...

pleno de "electricidade". belo. pois claro!

abraço